# #

Voltando a Aracaju

650 palavras | 2 |3.00

Ola, contei a vcs sobre a primeira vez q estive em Aracaju para conhecer a Vitoria. Depois da primeira vez voltei a SP e falamos todos os dias pelo zap, muitas safadezas, e gozamos muito mesmo sendo somente pelo zap, eu e Vitoria estamos numa sintonia bem forte……, mas nada como estarmos juntos, por isso resolvi voltar aquela bela cidade, cheguei de surpresa, Vitoria toda feliz resolveu me convidar para uma pescaria, ela gosta muito de pescar, marcamos para o dia seguinte, uma bela ensolarada manha de sabado, Saimos cedo e fomos para a represa onde Vitoria disse q pescariamos muito, ela tem uma moto e resolvemos ir nela, mesmo eu não gostando de moto fomos, eu na garupa, bem abraçado a ela, aproveitando para acariciar seus seios e as vezes minha mão percorria sua xana, por cima da calça mesmo, ela estava de legue, uma buceta bem gordinha eu sentia ela , isso me deixava doidinho e ela tbem, notei seu calça molhadinha, ela tinha gozado no caminho. chegamos no local da pescaria, ela deixou a moto em local seguro e fomos pegar o barco, ela queria pescar no outro lado do rio e somente de barco. qdo a margem do rio ficou bem pra traz, vitoria começou a acariciar meu pau, nessa altura estava como um mastro de tão duro, ela desabotou minha bermuda, tirando meu pau pra fora começou o delicioso boquete, desligamos o motor do barco e começamos a brincadeira, ela mamava como nunca tinha visto alguem fazer, chupou bastante depois deitei ela e comecei a chupar a buceta dela, passava minha lingua dentro dela mordiscava seu grelo, ia até o cuzinho e voltava, ela na loucura do prazer gozou abundantemente em meus labios, da maneira como estava meladinha virei ela de quatro e comecei a fode-la, meti o pau com força em sua buceta melada e comecei um movimento frenetico de entra e sai, vai e vem, ela gemia pedia para mim não parar, o barco quase virando com o balanço dele dava mais tesão, ela mais uma vez gozou deliciosamente, eu na ansia de gozar, levei meu pau até sua boca e despejei toda minha porra naquele belos labios carnudos. extenuados, descansamos ali mesmo deitados no barco , depois de algum tempo fomos até outra margem, preparamos nossas tralha colocamos as varas no rio prendemos bem e ficamos em silencio esperando as fisgadas dos peixes, pegamos uns tres cada um, deitamos na grama e começamos a nos tocar, beijar os labios carnudos dela é tudo de bom, ela beija muitooo bem, sabe o q fazer com a linguadepois de bjs demorados, começamos a fazer um belo 69, ela por cima pernas bem abertas em meus labios e meu pau todinho em sua boca, mamava como louca e eu com seu grelo entre meus labios, dava algumas mordiscada q fazia com q ela rebolava em meu rosto, q delicia , depois ela veio descendo, escorregando pelo meu peito e sentou no meu cacete durinho , começando a rebolar e dançar nele, ,percebi q escondido na mata atras de nos tinha alguem, aquilo me deixou mais louco e ela subia e descia em meu pau eu falava alto , vai putinha goza no pau do seu macha, goza safada, ela gemia, me chamava de seu garanhão, velho puto safado, com isso gozou loucamente , sentindo minha porra dentro dela. tirou ela de sua buceta e foi limpar ele com sua lingua, deixando limpinho, enchendo sua boca de minha porra e o liquido precioso de sua buceta.. levantamos, procuramos um canto gostoso e fomos tomar um belo e refrescante banho, agua geladinha uma delicia, na volta fiquei procurando pra ver quem estava nos olhando, qual não foi minha surpresa ao deparar, com um casal fodendo, isso fica pra outro dia. espero q gostem e comentem.

 

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 2 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Murilo. ID:8ds77kjqrj

    Quero essa passe zap

  • Responder Anônimo ID:8ds77kjqrj

    Carakas