# #

A Primeira Vez…

440 palavras | 2 |4.00

Me chamo Lia, quero compartilhar a minha primeira vez. Tinha 14 para 15 anos, ele 22 anos, um primo meu, mora em uma cidade longe 250km. Sempre vinha com minha tia passear , nos visitar. As vezes ficávamos sozinhos em casa, mas nunca aconteceu nada, até aquele dia em que começamos ver álbuns de fotos de familia. Estávamos sentados no sofá e olhávamos aquelas fotos, e bem juntinhos dávamos muitas risadas. No outro dia me convidou para ver as fotos novamente , mas no quarto em que ele estava. Topei, mas numa boa, até que ele pediu para que me sentasse no colo dele para vermos melhor. Quando sentei ja senti seu pênis duro, ele estava de calção, fiquei intacta, coração a mil, começou a passar as mãos nas minhas pernas, em minha cintura até chegar nos meus seios inchados devido a idade e mais ainda naquele momento. Ao tentar tirar meu short, recusei, mas não dando chances de falar começamos a nos beijar , e nos beijamos muito, ainda de roupas, ficamos nisso aquele dia , até ele gosar em seu calção. Me acalmou, conversamos e ele foi se trocar. No dia seguinte , sabia que ia rolar de novo, foi bom demais, tomei banho vesti um short e uma camisete e fomos para o quarto. nos beijamos muito, mas não queria perder a virgindade ainda , havia falado para ele, ele jurou que não iríamos transar, e ficamos sem roupas nos abraçando , nos beijando muito, até que ele começou a me chupar, que loucura, me continha para não gritar de prazer, gozei muitas vezes na boca dele que me beijava muito sempre. Me fez chupar seu pênis varias vezes até que ele gozou em uma toalha, não o deixei gozar em minha boca. Depois começamos tudo novamente, era muito tesão, me lembro muito bem. Me abraçou forte e me beijando muito, me acariciando, disse que queria muito transar comigo, repeti a ele que não queria mesmo perder minha virgindade, dai falou que poderíamos fazer atrás, fiquei meio sem saber o que falar, mas não vi problema naquele momento não estava aguentando de tanta tesão. Me colocou de quatro e com muita calma fizemos sexo anal, não senti muito prazer , mas me excitava ver ele sentindo muita tesão. Fizemos muito sexo anal aquele dia e muito sexo oral, gozamos muito. Hoje ele e eu somos casados, nos encontramos a cada dois anos, mas nunca mais rolou nada. Acho que porque nunca mais ficamos a sós.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 1 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Andre safadao ID:ozks6xvqyec8

    Novinhas safadas e bem putonas wue gostem de sexo anal e nao querem perder o cabaço ne xamem no email [email protected]
    Tenho a rola grossa e cabeçuda pra te fuder gostoso. Tenho 45 anos

  • Responder Antônimo ID:vwx96n5q5

    Retardado kkkkkkkkkkkk Trouxa