# #

Com 10 aninhos chupei meu primeiro pau

1039 palavras | 71 |4.40

Oi, me chamo Ritinha e hoje tenho 20 anos e sou noiva.
Adoro contos e resolvi contar um caso que aconteceu comigo quando eu tinha 10 anos.
Sempre fui uma menina esperta e antenada e filha única. Morava com minha mãe (meus pais se separaram quando eu tina 5) e sempre tive muita liberdade e já observara muitas coisas com minha mãe e seus namorados lá em casa, tipo beijos, apertos e carícias. Eu não entendia muito algumas coisas, mas sabia que era bom, pois minha mãe e seus namorados ficavam sempre felizes. Enfim, com 10 anos já beijava uns meninos e tinha vontade de ver um pinto de verdade.
Numas férias escolares, minha mãe resolveu viajar com um namorado para MG num sítio de um irmão dela, meu tio.
Elesse sentaram nas poltronas 37 e 38 e eu logo atrás, na janela na poltrona 41 do ônibus leito de 56 lugares. Na poltrona 42 sentou um senhor de mais ou menos 50 anos, cabelos grisalhos, e, muito boa aparência. Minha me deus umas instruções e me beijou e sentou e começou a beijar seu namorado. A partida seria as 18h e a previsão de chegada seria as 22h. Ou seja, viajaríamos a maior parte, já de noite.
O senhor começou a puxar assunto comigo, pois viu que eu era esperta, conversava bem e era bem bonitinha…moreninha de cabelo curto e já com os peitinhos aparecendo e apontando na blusinha. Eu vestia uma regata (tava calor) e um shortinho jeans. Conversamos e minha mãe, de vez em quando olhava pra trás e participava da conversa. A viagem estava muito legal, até que minha mãe e seu namorado começaram fazer coisas que faziam em casa, eu percebi isso.
Depois dormiram. Eu fiquei com vontade de ir ao banheiro e o Sr Paulo, teve que se levantar pra eu sair. Esbarrei minha bundinha no braço dele. Fui, fiz xixi e voltei. O Sr Paulo estava diferente, tinha ficado mais a vontade, aberto a camisa de botão o que me deixava ver seu peito, ainda musculoso, e estava bem mais relaxado sentado. Bem, sentei de novo ao seu lado e ele puxou de novo assunto. Agora ele me perguntava sobre namorados, primeiro beijo….essas coisas…falava bem mais baixo e o ônibus acelerava pela estrada, escura. Ele chegou bem perto do meu ouvido e disse baixinho: “você é uma menina linda”.
Fiquei sem jeito, mas como era esperta, apenas respondi: “obrigada”.
Daí em diante ele não parava de me elogiar e eu senti que ele quando vinha falar comigo, encostava a perna dele na minha e sua mão sempre no meu cabelo, bem perto da nuca.
Numa hora dessa ele encostou o braço no meu peitinho, duro e me disse: “nossa, você já está crescendo”. Eu fiquei olhando pra ele e gostei do elogio. Ele era bem bonito. O tempo passou o ônibus fez uma parada de 15 min para o lanche. Minha mãe continuava dormindo ao lado do namorado. Estavam cansados do dia de trabalho. Eu e Sr Paulo descemos bebi um refri e ele um café. Depois ele foi ao banheiro. Voltamos pro ônibus, as luzes se apagaram e seguiu a viagem. Em poucos minutos, muitos já dormiam. Aí Sr Paulo investiu pesado, afinal faltava pouco menos de 2h para chegar ao destino.
Ele conversando comigo pegou a minha mãozinha e pôs por cima da calça. Senti o membro dele duro. (ele tinha ido ao banheiro e tirado a cueca, safado). Logo ele abriu o zíper de fez minha mãozinha chegar até o pau dele. Deixei, pois estava gostando. Ele botou o pau pra fora e segurou minha mãozinha e começou a me ensinar uma punhetinha. Pela primeira vez eu via e segurava um piru de verdade. Nossa, era quente, duro e ao mesmo tempo macio. Ele falou baixinho no meu ouvido. “Não conte nada pra sua mãe e fique bem quietinha”. Segurou minha cabeça e me fez curvar até bem perto da piroca dele. Senti o cheiro, bom, e ele me pediu pra dar um beijinho na cabeça do pau dele, gostei. Ele pediu pra lamber, lambi. Pediu para eu chupar como se fosse um sorvete. Coloquei a cabeça na boca, tive que abrir bem, pois não estava conseguindo. Bem fiquei chupando igual a picolé. Ele gemia baixinho e fazia movimentos enfiando mais a piroca na minha boquinha e segurava minha cabeç a não me deixando respirar muito. Nossa! Eu estava chupando um pau grande, de verdade, e estava gostando.
Aí ele enfiou a mão por dentro da minha blusinha e começou a mexer nos biquinhos dos meus peitinhos. Aí fiquei louca, estavam doloridos, mas o carinho dele tava muito bom.
Ele levantou minha blusinha e começou a lamber os biquinhos e chupar bem devagar meus peitinhos. Tremi de forma diferente. Acho que gozei. Logo ele me fez chupar de novo o pau dele. E disse pra eu continuar que ele iria me dar leitinho pra beber. Não entendi muito bem, mas logo ele começou a se estremecer e seu pau começou a latejar na minha boca e ele segurou minha cabeça e disse : “é agora. Toma e bebe todo o leitinho”. Começou a sair líquido da cabeça do pau dele e inundar minha boca e garganta. Quase engasguei, mas fiz o que ele pediu. Engoli tudo, um leite meio amargo, salgado, com cheiro diferente, mas muito gostoso.
Fiquei de barriguinha cheia. O ônibus entrou na cidadezinha, o motorista acendeu as luzes, minha mãe acordou e me perguntou: tudo bem aí filhinha? E eu: sim. Fiz uma ótima viagem e olhei pro Sr Paulo e pisquei o olho. Ele sorriu satisfeito e falou com a minha mãe: Ela é uma garota muito esperta. Conversamos muito durante a viagem. Parabéns por sua filha. Minha mãe agradeceu e descemos. Uma semana de férias e encontrei o Sr Paulo pela cidadezinha e ele me convidou pra um banho de piscina na casa dele. Aí aprendi mais coisas. Depois eu escrevo.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 30 votos)

# #

71 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder i

    Q delucia

  • Responder pau

    Q tesão tenho 30

  • Responder pau

    Q tesao

  • Responder Letícia Sousa

    Eu chupei pau de adulto pouco depois do meu aniversário de 9 anos. Adorei chupar aquilo grosso e grande q quase não cabia na minha boca. Era meu tio. Ainda faço isso nele e ele goza na minha boca. Vou faze 10 anos em janeiro. Leti2011

    • Robson Moreno

      Oi 👋 boa tarde. Tenho tesao com incesto vc só transa com homem mais velho? Me conta

  • Responder pau

    Tenho 30 anos c tive alguma novinha virgem eu queria tirá dlc só manda um oi

    • Letícia Sousa

      Oi pau. Que idade vc tem?

  • Responder Manu

    caracas muito bom seu conto, nota 10 quero continuação

    • Tio da rola

      Adoro arrombar bocetinha e cuzinho de criança.
      Gozar na boca,obrigar a engolir esporra!
      Meto sem dó na minha enteada de 10 aninhos.
      A mãe participa,segura ela pra eu fuder,abre as perninhas dela pra eu meter minha pica naquela bocetinha e cuzinho rosinha.
      To deixando ela bem arrombada.
      To fudendo nela como se fode numa puta de beira de estrada.
      To esculachando essa vagabundinha no pirú!

    • gaius

      Pois então “tio da rolinha”, são filhos de putas rampeiras como você, que adoro arrobar os cornos na porrada, enfiar a pica na boca e não deixar respirar, arrebentar o cu no cabo de machado e meter e porrada até cansar e depois jogar na estrada dentro de sacos de lixo. Sociopatas degenerados da sua laia, não deveriam ter esses escarros de “comentários” publicados. Espero que você seja jogado em uma cela e que lá, todos saibam como você trata crianças, arrombado do caralho.

  • Responder grande

    Cade a continuação do conto

  • Responder Ana Júlia

    Nossa! Deu tesão

    • Junior

      Oi gata gosta de chupar uma pica bem dura

  • Responder dinho

    Adorei, sou vidrado nesses conto já me relacionei com meninas tbm. E já batí uma por conta, ok?

  • Responder Christian de Santa

    É engraçado ver essas pessoas que falam várias besteiras nos comentários, sendo que elas adoraram o conto

    • dinho

      Pois é, é engraçado mesmo…pra eles criticarem tem que ler né??

  • Responder Dinho

    Adorei esse conto e vivenciei em meus pensamentos, gostaria de saber o resto desses encontros entre a “Ritinha” e o Sr. Paulo.

  • Responder Anônimo

    Passando pra ler os comentários, desses indiotas que nao gostam de umas novinhas

  • Responder Sua mae

    Onde q denuncia essa porra de conto, incentivando pedofilia, bota uma porra de opcao de denuncia seus doentes

  • Responder militar

    Seus pedófilos fdp vão dar o c# bando d tarado safados bom q vcs parem na cadeia pros presos brincarem com vc

  • Responder Moreno

    Adoro menininhas de dez anos, ahh se fosse comigo uma coisa dessas!!! Chupava ela a noite toda.

    • militar

      Se eu te pegar com um porrete vc ia ver pedófilo d merda arrombado

  • Responder leonardo c f

    gostei deste conto amo sacanagens

  • Responder -_?_-

    Ótimo conto!
    Agora conta oque mais vc aprendeu com o sr paulo.

    • DelegaciaPresidenteEpitáfio,SP

      Deixando claro que sou participante de um grupo no twitter e facebook onde estaremos localizando através do email e número as pessoas e contatando a partir de dezembro as delegacias locais dos envolvidos.

      Pedofilia é crime e deve ser contida.
      Para menores haverá a clínica e exilo, para adultos até 8 (+) anos de prisão por incentivo.

    • denunciador

      se isso for msm verdade, eu quero ajudar, vejo mto pedofilo nesse site nojento

    • militar

      Tem q matar esses bando d nojentos

  • Responder Leticia S. Mello

    Adoro pedo, estupro e incesto. Se tiverem videos ou fotos, mande para mim.
    [email protected]
    Beijos melados

  • Responder Pirocassauro

    Da hora rsrsrs.,sempre quis fazer uma putaria com uma menina novinha que nao entende disso…rrrr

  • Responder Kaskata

    Da hora rsrsrs.,sempre quis fazer uma putaria com uma menina novinha que nao entende disso…rrrr

  • Responder Pênisvaldo

    Uma porra…kkkkkj

  • Responder anonimo

    vou denunciar o site por incentivar a pedofilia

  • Responder isaque shimoda maforte

    tenho dez anos a unica coisa que quero fazer e fuder uma buceta e um cu confeso

    • Pênisvaldo

      Uma poha

  • Responder Lucas

    Isso foi uma historia triste de pedofilia.

  • Responder Rafael

    Troco videos relacionados kkkk [email protected] la trocamos whats, nao quero papo com curioso

  • Responder Anônimo

    Gostoso este conto… fiquei de pai duro… gosto de histórias de garotinhas e garotinhos precoce…

Mais Comentários