Fui surpreendido vendo um filme pornô na net

Bem o que aconteceu comigo foi que eu adoro ver filme de casais transando, principalmente onde o marido deixa a mulher transar com outro, e um dia minha esposa acabou entrando em silencio me pegou vendo o filme, eu sou casado minha esposa uma loira, bonita, umas pernas grossas, uma bunda carnuda saliente, muito gostosa, de corpo, e na cama adora fazer de tudo, anal vaginal e oral, faz tudo mesmo, mas de uns tempos para cá a nossa vida acabou caindo na rotina, ela trabalha e professora, eu também trabalho, então ficou do serviço para casa de casa para o serviço, a gente não tem nem saído mais, ela adora se vestir provocante, com roupas justas, curtas degotadas, onde mostra bem a sua bunda volumosa, não tem quem não olhe para ela, quando me viu vendo aquele filme, onde a mulher chamava o cara de corno, e o outro metia nela uma rola enorme, ela me falou isto gosta de ficar olhando a mulher dos outros metendo, tinha que gostar de ver a sua e saiu, fiquei sem entender nada.
Quando fomos deitar eu então perguntei o que ela quis dizer com aquilo que disse, ela me respondeu pois é você não sai da frente do computador vendo estes filmes, já não ´e a primeira vez que que vejo você vendo e de rola dura, no filme a mulher chama o cara de corno, pelo jeito você gostaria de ser corno, então poderia ver a sua mulher também e não só a mulher dos outros, eu voltei a indagar, e disse continuo não entendo, ela respondeu você não e burro, quer que eu explique, eu então falei quero, então vou explicar, você deveria deixar eu transar com outro e você ficar assistindo, seria ao vivo melhor com mais tesão, o que você acha da ideia, fiquei sem saber o que responder, só que me deu um tesão danado acabamos transando e dormimos.
No dia seguinte na hora do almoço na mesa, ela puxou a conversa, perguntando então conseguiu pensar na conversa de ontem, eu então perguntei você esta falando serio, ela disse e claro que estou, eu respondi não sei nem como fazer isso, como vou conseguir uma pessoa para você transar, ela disse isto não e problema, eu tenho um amigo que trabalha comigo, casado que vive dando em cima de mim, já me convidou para sair varias vezes, eu então perguntei você já esta me traindo, ela disse por em quanto não mais não sei se iria aguentar por muito tempo não, mais agora ficou mais fácil você sabendo não é traição, eu então perguntei e como seria, ela disse temos um trabalho para apresentar na escola, vou convidar se ele quer vir fazer aqui em casa, ai e só deixar rolar.
Foi como foi feito, aceitei para ver o que iria acontecer, no dia seguinte ela me contou que havia conversado com ele, e que ele perguntou para ela e o seu marido vai estar lá, ela disse que sim, ele respondeu a ela pó ai ele vai atrapalhar, ela disse a ele que eu era um cara legal e que não atrapalharia em nada o nosso trabalho, e deu uma risadinha, ele perguntou e depois do trabalho a gente bebe umas e bate um papo, ele estava meio desconfiado, e perguntou mais tem alguma chance de acontecer algo melhor e mais gostoso, ela respondeu quem sabe tudo pode acontecer, e marcaram.
No Sábado a tarde ela se produziu toda colocou uma roupa bem provocante uma mine saia, e uma blusinha curtinha, uma calcinha fio dental, nossa estava uma delicia, o cara eu não conhecia um mulato forte, sarado uns braços grossos de academia, bem forte mesmo, ele chegou era umas 16 horas, eu já estava bebendo, ela também já tinha bebido algumas, ela me apresentou ele, ficamos conversando um pouco, mais o que eu estava sentindo e que não iria rolar trabalho nenhum, eu servi um wisqui, e falei bem vou deixar você sozinho para fazer o seu trabalho, e sai da sala, fiquei escondido vendo pela fresta da janela da sala escondido, escutei quando ele perguntou a ela, Carmem, você na realidade não me convidou para vir aqui par fazer trabalho nenhum não é mesmo, ela respondeu não senhor claro que temos que fazer um trabalho, agora vai depender de você se o trabalho vai ser bom ou não, ele não deu tempo agarrou ela e começou a beija-la, nossa na hora me deu uma crise de ciume, deu vontade de ir lá e parar aquela brincadeira, mais o tesão foi maior, eu vendo minha esposa sendo beijada por outro homem, ela foi tirando a roupa dele, nossa quando tirou a cueca , não acreditei o cara tem uma rola enorme e muito grossa, ela ficou admirando o tamanho da rola dele e mamando ela bem devagarinho, colocando todinha na boca ate onde pode entrar, ela sabe chupar uma rola, chupava o saco do cara, nossa o cara uivava de prazer, nisso ela tirou a roupa, ficou peladinha, nossa que delicia, ela levou ela para o quarto, já tinha deixado a janela entra aberta para eu poder ver ele chupou ela como tanta vontade que ela gemia alto, ele então começou a pincelar as boceta dela, e foi introduzindo aquele vergalhão boceta a dentro, nossa ela gritava de tesão de onde eu estava dava para ver só o saco de fora e ele bombava forte ela gritava, falando coisas que não dava para entender, teve uma hora que eu entendi mais ou menos, ela falava obrigado corno, obrigado por me pro porcionar um prazer como este, e o cara bombava ate que gozou, nossa eu gozei duas vezes só olhando, deram um tempinho , ela começou a chupar a rola dele novamente, ele então começou a querer meter no cu dela, eu achei que ela não iria deixar pois a rola do cara era muito grossa e cabeçuda, mais passou um creme e foi tentando pincelava o boceta e passava no cu, a porra já servia de lubrificante depois de muitos gritos gemidos a rola adentrou cu adentro nossa que loucura, o que eu via na net estava vendo ali ao vivo e com a minha esposa sendo em rabada por uma rola mostro, ele demorou metendo no cu dela, não conseguia gozar ate que acabou enchendo o cu dela de porra, eu gozei de novo, ele levantou foi tomar um banho tinha que ir embora devido o horário, sabe com o é cara casado, eu fui ate ele perguntei então foi bom o trabalho, ele disse nossa maravilhoso, espero ter outros trabalhos para fazer, foi embora, eu então fui na cama ela estava deitada comecei chupando os bico s do seios dela e perguntei então gostou nossa amor muito bom, e começamos a brincar ela me fez chupar a boceta dela toda melada de porra, me chamando de corno, me agradecendo, e acabamos gozando de novo, hoje vivemos melhor, o amigo dela ficou fregues vem todos os sábado meter com ela, hoje eu já fico perto vendo ela já se acostumou, agora estamos com um amigo meu que também dizem ter um rolão estou sondando para ver se ela vai topar, quando rolar eu escrevo para contar para vocês. espero que tenha gostado

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,67 de 3 votos)
Loading...