Papai me usou para pagar uma dívida

Mamãe tinha um encontro sexta a noite, fui para casa do meu pai um pouco mais cedo aquele dia, sempre tinha relações sexuais com meu pai desde que ele tirou minha virgindade, nesse dia quando ele foi me buscar, ele pediu que eu fosse discreta pois uns amigos dele estariam em casa para a noite do poker, chegamos, fui apresentada aos outros dois homens, e ficaram os três a Jogar, Marcos (meu pai), Ricardo ( negro, alto, aparentemente uns 36 anos ) e Carlos ( branco, cabelo grisalho, uns 40 anos). Fui para o meu quarto para deixá los a vontade, já estava sentindo falta do pau do papai, batendo na minha bucetinha, bem mais tarde senti fome e resolvi ir na cozinha fazer um sanduba, eu estava de camisola, um pouco transparente e quando passei por eles na sala de estar ficaram todos me olhando, adorei aquela cena, qual garota não gosta de se sentir gostosa e desejada? Haviam 2 garrafas de whisky vazias, eles talvez já estivessem bêbados, fiz e comi meu lanche, quando estava pra voltar para meu quarto papai me chamou

“Arabella. .. vem aqui, senta no colinho do papai…”

Eu fui até ele e sentei

” Papai tá perdendo feio aqui”

Comecei a sentir o pau de papai endurecer, então Ricardo falou

“É lindinha, seu pai já tá devendo uma boa grana pra mim”

E eu continuava a sentir o pau de papai apertando contra minha xaninha, então papai disse

“Eu tava contando para os meus amigos, como você é boa filha, dedicada e safadinha hehe”

“Mas pai, o senhor disse que não era pra con…”

“Shiii, eles são bons amigos, sabem guardar segredo, aliás, papai gostaria de pedir sua ajuda no jogo”

“Como assim? Eu não sei jogar”

Carlos e Ricardo olhavam maliciosamente se nada dizer

“Papai quer sua ajuda pra pagar uma dívida….”

Eu já sabia o que ele queria que eu fizesse, mas me fingi de boba…

“Mas eu não tenho dinheiro papai”

“Vem aqui querida”

Papai me fez subir na mesa e ficar de quatro, Ricardo e Carlos se levantaram da cadeira

“Oq eles vão fazer papai”

“Só vão brincar um pouco querida, relaxa vai ser gostoso, papai se sentou na cadeira e ficou observando, creio que todos estavam meio bêbados, eu estava de quatro na mesa, usando uma camisola, eles abaixaram minha calcinha e começaram a colocar o dedo na minha bucetinha

“Que bucetinha linda você tem” falou o Carlos

“Hmm tá gostando é? Tá ficando meladinha! Posso te chupar?” Perguntou o Ricardo, eu olhei pro meu pai e ele estava passando a mão no pau sobre a calça, e acenando com a cabeça que sim, então eu disse

“Pode me chupar”

Carlos sentou para observar, Ricardo se enclinou e passou a língua de leve minha buceta, eu segurei o gemido, ele passou a língua no meu cuzinho, e começou a me chupar fervorosamente, “faz tempo que não chupo uma buceta gostosa assim” e continuou me lambendo, e me lambia enquanto masturbava meu clitóris, era gostoso, os outros dois estavam de pau de fora batendo uma enquando assistiam, Ricardo me falou pra descer da mesa ele e puxou pelos cabelos, meu pai só assistia, parecia muito excitado, ele me enclinou na mesa, abriu bem as minhas pernas, segurou minha bunda com as duas mãos e a abriu, se deliciando com a visão, ele abriu a calça e MEU DEUS o Pau dele era gigante, grosso, muito grosso, não era à toa a fama dos negões, entrou na minha bucetinha quase que rasgando,

“Gostou do pau do negão putinha?”

Papai e Carlos pareciam super excitados, vendo Ricardo me comer, Ricardo bombava aquela rola grossa que me preenchia toda, e eu tava começando a gostar, 3 homens me desejando, Ricardo deitou no tapete da sala e falou “agora monta em mim putinha” eu obedeci, cavalguei gostoso até que Carlos se levantou da cadeira de ajoelhou atrás de mim e enquanto eu estava sentada na pica grossa do Ricardo ele foi metendo o dedo no meu cuzinho, eu gemia alto, ele colocou dois dedos e começou a abrir, logo, ele estava forçando a cabeça do pau no meu cuzinho, entrou a cabeça e eu comecei a gemer forte, logo ele meteu tudo e quase gritei, agora dois homens estavam metendo em mim, e eu me sentia arrombada, meu pai chegou perto, e do meu lado começou a bater com a pika dura na minha cara, então comecei a chupa lo, haviam três caralhos em mim, e eu não sabia explicar a sensação, Ricardo segurava nos meus seios e gemia como homem

Me senti uma putinha, quando Ricardo anunciou que ia gozar todos ficaram de pé na minha frente, Eu ajoelhada os três esporraram no meu rostinho que ficou todo melecado de porra… papai me levou para tomar um banho e disse

“Mais tarde você é só minha gostosa do papai”

“Não achei justo você me usar para pagar sua dívida”

“Pensei que ia gostar, eles te acharam maravilhosa, melhor do que qualquer outra mulher”

“Jura papai? Sendo assim fico feliz, mas que tá ardendo isso tá”

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...