, ,

Sendo comida pelo priminho

Há 4 anos 4 ★ 4.50

Olá, o conto que vou relatar aconteceu faz 2 anos quando eu tinha 14 anos. Meu nome é Érica, peso 53 kg, tenho um corpo de dar água na boca, seios médios pra grande e bunda média, tenho 1,63 de altura, mas vamos ao que interessa, como perdi minha virgindade com meu priminho :).
Tudo começou quando meu primo veio em casa num sábado com os pais deles visitar a família, quando eu passei por ele, eu estava com um vestido preto e curto com um decote razoável e reparei que ele me olhava de uma forma diferente, aquilo me fez ficar imaginando coisas, porém não disse nada, só troquei de roupa, coloquei um shorts jeans curto e uma blusinha que deixa de fora a barriga e deixa os seios bem a mostra, e, então passei por ele denovo, ele veio e me perguntou se eu tinha uma caneta, ai eu disse que sim, mas estava no meu quarto e o chamei pra ir comigo pegar e fomos. Quando chegamos lá eu fui pega o estojo que estava as canetas mas ele caiu no chão, ai eu abaixei de um jeito nada discreto e senti uma coisa atrás de mim, quando olhei pra trás era ele me encochando, já com o pau duro, aquilo me deixou louca, mas não queria que ele percebesse, então levantei, no que eu levantei e virei pra ele, ele começou a me beijar e acariciar meus seios, dai em diante me entreguei a ele, ele me jogou na cama e continuou me beijando, e, com uma mão apertava meu seios e com a outra na minha bucetinha já molhada :3′ ele dizia coisas que me deixava mais louca do que eu ja estava, tipo “eu sabia que você queria sua putinha, estou esperando esse momento desde quando você era pequena” “vai sua biscate, me chupa agora” e era óbvio que eu obedecia né rs’ o chupei de um jeito incrível, nem parecia que eu nunca tinha feito aquilo, e ele continuava a me xingar, aquilo me excitava cada vez mais, até quando ele gozou na minha boca e mandou eu engoli tudo, mesmo com um pouco de nojo, obedeci. Então ele mandou eu ficar de quatro e começou a me chupar e disse ” nossa, essa minha priminha ainda é virgem kkkk, guardou pra mim né piranha?!” e começou a tentar enfiar aquele pau que tinha uns 22 cm e grosso, doía muito, até que entrou, no começo ele foi de vagar num vai e vem, mas depois ele percebeu que eu não sentia mais dor e sim, prazer, e começou a ir mais rápido, era incrível, nunca pensei que sexo seria tão bom, mas tivemos que parar, pois meu pai bateu na porta pra chamar a gente, me limpei, peguei a caneta e fomos. Não conseguia anda direito, e então ele me ajudou. Até hoje ele vem aqui em casa e a gente tranza muito, mas deixa para o próximo conto, espero que vocês gostem, comentem aqui em baixo o que vocês acharam, quam sabe eu posso posta quando fiz anal pela primeira vez com meu primo e com o amigo dele :). Beijos amores

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 2 votos)
Loading...

, ,

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. dumau

    Zap (31) 97612019

  2. rafael

    gostei do conto, gostaria de saber mais dessas aventuras, me chame no zap gata 031 9514-6034 aguardo vc e tds as safadas la… 22 anos de idade eu tenho

  3. claudiosorocabasp

    Moro em sorocaba e meu e mail é [email protected] Adoro beijos demorados longas preliminares demoradas penetrações para vc sentir prazer e gozar comigo. Tenho local discreto para encontros, sou educado, cheiroso, corpo musculoso, rosto bonito, homem de confiança para o casal.

  4. Becka

    Fraco