Passei Minha Adolescência em Picas de Coroas

Oi Galera!!! Passei minha adolescência na pica de coroas. Adoro. Qto mais maduro mais gosto. Meu spreferidos eram os pais de colegas. Me sentia excitada em trepar com eles e depois frequentar as suas casas como se nada tivesse acontecido. As vezes rolava uns sarros escondidos e cheguei a trepar na madrugada, enqto mãe e filhas dormiam. Vamos a esse caso. Estava em casa com Simone (morávamos juntas) quando o telefone toca.
– Alô!
– Queria falar com a Flávia.
– É ela. Quem é???
– Oi minha putinha!!! É Otávio, o pai da Nanda.
– Fala gostoso. O que vc manda.
– Eu e uns amigos estamos indo pro sítio fazer uma putaria, vamos???
– Demorou. Mas vai só eu de puta???
– Bom, a gente vai tentar mais algumas, mas a gente quer novinha e é sempre mais difícil.
– Eu topo.
– Então passo ai daqui a meia hora.Como tá essa bucetinha???
– Sempre pronta.
– Que bom. Não vejo a hora de chupar e meter nela. Beijo.
– Falou tesudo.
– Quem era??? – Perguntou a Simone – Que papo é esse???
– O pai da Nanda. Ora Si, vc sabe que tenho caso com ele. Pq o espanto??? Sabe que adoro ser puta irrustida e não vou mudar.
– E se alguém descobrir, Flávia?
– Não vai. Eu me cuido e eles tbem.
– Não entendo tanta tara. Mas vc sabe o que faz da sua vida.
Tomei um banho, passei óleo seve no corpo todo, me perfumei, vesti um vestidinho solto de alça que deixam os peitões quase de fora, sem sutian e sem calcinha. Otávio foi pontual. E eu estava na esquina combinada esperando sem dar bandeira. Estava ele e um coroa grisálio que eu não conhecia. Desceu e me colocou no meio dos dois na caminhonete.
– E aí gostosa??? Meu nome é Ricardo e sou amigo do Otávio. Ele me disse que vc é um espetáculo na cama. Não vejo a hora de experimentar. Deixa eu ver esses peitões? Novinha e já com peitões. Qtos anos vc tem.
– Fiz quinze, mas já trepo desde os 11 – Puxei o vestido e mostrei os peitos.
Ele massageiou e deu uma chupada.
– Delicioso. Quero fazer uma espanhola nele. E a bucetinha???
Levantei meu vestido e mostrei.
– Nossa peladinha como eu gosto – Disse já esfregando e apertando o grelinho – Adoro mulher que não usa calcinha. Olha Otávio, tá molhadinha – Disse mostrando os dedos molhados pelo meu melzinho.
Tirou o pau pra fora e disse:
– Vem putinha, faz uma chupetinha aqui no meu pau.
Que pau!!! Grosso, cheio de veia e grandão. Cai de boca. Lambi a cabecinha, olhando pra ele bem safada, e depois foi engolindo. Ele gemia e dizia que eu chupava gostoso.
– Ei pera aí. Vcs dois vão ficar nessa putaria e eu? – Disse Otávio.
– Oh cara, tá dirigindo – disse Ricardo.
– Posso bater uma pra ele.
– Melhor não. Tira a atenção do volante – Disse Ricardo.
Continuei chupando, Ricardo gemia até que esporrou na minha boca. Engoli tudinho.
Chegamos no sítio. Logo vi que tinha mais 3 caras e 2 putas mais velhas que eu. Uma já tava levando pau na bunda e chupando outro. E a outra tava num frango assado. Eles nem pararam qdo chegamos. Dos 3 eu já tinha trepado com 2. O outro nunca tinha visto. Cumprimentamos todos que nos responderam sem parar de trepar. Ricardo logo arrancou meu vestido e ele e Otávio de despiram. Estávamos todos nus. Ricardo logo me colocou de 4 e meteu na minha buceta, enqto eu chupava o pau de Otávio.
– Gente, essa puta é gostosa demais, ela mastiga a pica com a buceta – disse Ricardo.
– Isso mesmo, já trepei muito com ela. É novinha mas tem km de pica e sabe fazer um macho gozar gostoso – disse Roberto um dos caras que eu já tinha trepado e pai de outra colega minha.
As garotas me olharam com antipatia, o que eu não gostei. Pensei comigo: vou fazer esses coras delirarem e elas que se fodam. Um dos caras queriam meter no cu de uma das putas, mas ela disse que não ia dar. Sentei no pau de Otávio e ofereci minha bunda pra o cara.
– Mete no meu cu.
A garota ficou puta e disse que eu tava pensando que era melhor que as outras. Disse a ela que eu trepo pq gosto e não faço nada pra aparecer. Pronto, ganhei os coroas. Todos queriam meter em mim. Levei pica no cu, na buceta e na boca. As garotas já tinham ido pra dentro de casa tomar banho e eu continuava lá satisfazendo meus 5 coroas. Suguei um a um até que não aguentavam mais. As garotas pediram para levá-las, pois tinham que ir pra casa. Rodrigo, foi levá-las, pq a mulher dele não admitia que dormisse fora. Ao sair elas me olharam com cara de raiva. Fiquei sabendo que eram profissionais e nem liguei. Elas estavam ali pelo dinheiro e eu pelo prazer. Tomamos banho, fizemos um lanche e fomos deitar pra repor as energias. Deitamos todos em colchões que estavam na sala. Otávio queria que eu fosse dormir com ele no quarto, mas os outros não acharam justo. Acordei com Ricardo chupando minha buceta. Que delícia!!! Quis retribuir e fiz um delicioso 69. Eu por cima e ele por baixo.Nessa hora vi um pau encostando no meu cu. Era o pau do Otávio lambrecado de vasilina. Fiquei com um pau no cu e a língua gostosa de Ricardo na minha buceta. Qdo Otávio enfiava com força, a boca do Ricardo pressionava meu grelo. Deu até umas mordidas. A dor é meu maior prazer e eu sugava as bolas e o pau de Ricardo pra retribuir aquela gostosura. Gozamos os três. Faltavam os outros dois e eu não ia deixá-los de fora. Assim que Otávio tirou o pau do meu cu, eu sentei no pau de um deles e o outro meteu na minha buceta. Rebolava no pau dos dois até que gozaram cada um a seu tempo. Qdo fui ao banheiro e sentei no vaso, o que saiu de porra da minha buceta e do meu cu não tava escrito. Fiquei 2 dias com esses coroas. Trepei em todos os lugares, estábulo, cozinha, sala, banheiro, piscina, etc.
Antes de terminar queria deixar claro que não tô querendo dizer que sou melhor que as poutras putas que estiveram lá. A diferença é que eu trepo por prazer puro e elas fazem por dinheiro. Dai eu gozo mesmo. Saiu satisfeita, enqto nem sempre é assim com elas. vadiamg@gmail.com