Meu Chefe Esta Papando Minha Noiva

Antes de começar a relatar toda minha história vou me apresentar a vocês, meu nome é Júlio, tenho 33 anos, sou um cara que, pode-se dizer que não é feio nem bonito, estou na média, sou meio gordinho e confesso que nunca tive grande sucesso com as mulheres!
Trabalho há dois anos em uma empresa de médio porte na minha cidade. Posso dizer que tenho um bom emprego com um bom salário.
Na parte amorosa também vou bem, minha noiva é uma gostosa! Estamos juntos há quatro anos, seu nome é Cláudia, uma loira sensacional, seios fartos, bunda grande e durinha, arrebitadinha…, tudo no lugar. Ela tem uma beleza que chama atenção por onde passa…, aaahhh, seus olhos verdes…, são incríveis.
O que eu vou contar aconteceu recentemente em um evento da empresa onde trabalho, no litoral norte paulista, na cidade de Ubatuba.
Todos os anos minha empresa realiza uma grande confraternização no mês de julho em uma pousada pé na areia que fica reservada 100% para os funcionários e familiares. São sempre quatro dias direto, com tudo liberado, resumindo, muita fartura! No meu primeiro ano na empresa, eu não fui e, essa, era minha primeira vez e eu estava bem animado, chamei minha noiva e fomos para o litoral.
Cláudia adora o litoral e não via a hora de chegarmos para cairmos no mar, por isso ao descermos do carro ela foi direto dar uma sapeada na praia, e eu fui para pousada, só que chegando dei de cara com o dono da empresa, o Sr. Plínio, e lógico, quis fazer uma moral com ele e parei para puxar papo, ele muito simpático parou e ficamos conversando, só que no meio do papo minha noiva chegou ao meu lado e foi aí que a coisa complicou…
Meu chefe não parava de olhar para ela…, tudo bem que eu também olharia, ela estava com shortinho jeans mega-apertado, mostrando toda sua gostosura e um top branco que mal cobriam seus peitões, realmente era difícil tirar os olhos.
Eu a apresentei para ele e a nossa conversava continuou, o problema é que ele falava comigo, mas só olhava pra ela e, eu percebendo a situação resolvi encurtar o papo, puxei minha noiva e fui para o nosso quarto.
Confesso que aquilo que deixou incomodado. Coisa chata, né? O cara ficou secando minha noiva na minha frente!…
Passado um tempinho fomos para a praia, minha namorada colocou o menor biquíni que ela tinha, estava uma delícia, biquininho verde claro com umas rendinhas, aquela bundinha redondinha e empinada, toda de fora e os peitos querendo pular para fora também, não tinha um homem que não olhasse para ela escolhemos um local legal na areia e montamos base, só que em poucos minutos meu chefe apareceu e sentou-se junto, veio com algumas cervejas e começou a puxar assunto com a Cláudia! De novo fiquei incomodado, o que ele estava querendo?! Na minha cara?!
Comecei bebendo e tentei relevar o que acontecia, ele ficava de papinho furado com ela e o pior, é que ela estava dando a maior atenção para ele… E na boa, o cara nem é grande coisa, deve ter seus 50 e poucos anos, meio careca e um tanto quanto barrigudo… Mas por educação, ela ficava dando atenção (até porque o cara era o meu chefe). Em um certo momento, ela foi pra água, eu não queria ir e meu chefe foi junto, de longe eu percebia que, a todo momento, ele ficava tentando pega-la e sempre arrumava um motivo para tentar chegar junto, ao sair da água, o cara não conseguiu nem esconder que estava de pau duro! Aquilo já estava passando dos limites e me tirando do sério.
Ao chegar ao meu lado, eu percebi que Cláudia estava mais séria, perguntei o que estava acontecendo e ela me disse que estava acontecendo nada, que estava apenas com um pouco de dor de cabeça… Achei estranho, mas não me prolonguei, ficamos mais um pouco na praia e voltamos para pousada.
Chegando lá, logo na entrada, tive uma surpresa! Meu gerente chegou a mim e disse que eu precisava voltar com urgência para São Paulo para resolver um problema que havia acontecido na empresa, fique puto da vida!
Ia perder toda a festa, chamei minha noiva para contar a novidade, o dono da empresa já estava do lado dela de novo e eu falei que precisávamos ir embora, na hora meu chefe disse:
“- A Cláudia não precisa ir, vai você… Resolva o problema e volte!… Você quer ir Cláudia?!”
Eu achei que ela fosse falar que queria ir comigo, mas não:
“- Aaahhh, eu queria ficar amor… você vai e volta rapidinho!”
Obvio que eu fiquei com muita raiva. Peguei minhas coisas e subi a serra!
Fique quase dois dias trabalhando, voltei no penúltimo dia à noite, cheguei fui para o quarto e encontrei minha noiva vendo TV, com uma cara triste e bem quieta, perguntei o que tinha acontecido e ela disse que não tinha acontecido nada… Só que aquilo não havia me convencido, ela estava muito estranha e eu resolvi pressionar, foi aí, que ela começou a falar:
“- Amor, eu tenho certeza que você vai me largar se eu falar…”.
Meu coração foi para a boca, já vi que tinha acontecido alguma merda… Eu já estava perdendo a paciência e a mandei ir logo com aquilo!…
E foi aí, que ela começou a falar… Ela disse que na praia, quando ela foi para a água com meu chefe, ele tinha começado a dar em cima dela… Ela achou ruim, mas não foi nada de mais, só que a partir do momento que eu tinha ido para São Paulo, ele foi literalmente para cima!…
A noite, no primeiro dia, foi feita uma festa tropical e ele ficou fazendo companhia para ela, e depois, dançaram juntos. Beberam bastante, minha noiva estava com uma saia bem curtinha e um top bem decotado, a festa foi correndo e o pessoal foi indo dormir e o meu chefe começou a tentar algo a mais… Primeiro ele foi tentando passar a mão, ela tirou… Depois ele tentou beijar, e teve recusa…, só que, em um determinado momento, ele perdeu a paciência e disse:
“- É o seguinte Cláudia, você sabe o que eu quero!… O seu noivo ganha bem comigo, sei que ele está pagando um apartamento para vocês casarem e sei que vocês têm algumas dívidas… na boa, se você não for “boazinha” comigo, vou mandar seu noivo embora e ainda arrumo uma justa causa para ele… é isso que você quer?!”.
Cláudia ficou paralisada, não sabia o que fazer! Não queria que eu fosse mandado embora e também, não queria trair-me, só que ele não parava e disse:
“- Vai ser assim então?! Foda-se…, vou mandar aquele merda embora! Olha Cláudia, se você for legal comigo, eu vou ser muito legal com você… Posso até dar um aumento para o seu noivo… Quer saber? Além disso, vou presentear você com uma grana, para você comprar as coisas que você quiser, e aí?! Você topa?!”
Falando isso, ele agarrou a bunda da minha noiva e ela já não tirou sua mão… Abraçou-a forte e começou a beijar seu pescoço… Eles ficaram nessa situação por um bom tempo… Depois ele a pegou pelo braço e levou-a para o quarto dele. Cláudia ficou apavorada, mas seguiu ele até ao quarto!
Chegando lá ele trancou a porta e já foi ordenando:
“- Tire a roupa bem devagar e mostra esse rabo gostoso, vai logo, que eu tô morrendo de tesão!…”.
Cláudia ficou sem ação, mas começou a tirar a roupa, desceu a saia com muita vergonha e mostrou uma calcinha branca bem pequena que deixava sua grande bunda à mostra, o Sr. Plínio ficou enlouquecido com o que acontecia e logo cravou sua mão inteira naquele lindo rabo, com uma manobra rápida ele arrancou sua calcinha e enfiou um dedo em sua boceta:
“- Que bocetinha gostosa!”.
Cláudia continuava atendendo seus desejos a contra gosto e ele queria mais, pediu que ela tirasse logo o top e mostrasse as tetas. Quando ele se deparou com aqueles dois monumentos, bem esculpidos, não teve dúvidas, caiu de boca e começou a mamar e, como um bezerro faminto, mamava nas tetas dela e não tirava o dedo de sua boceta!
Minha noiva já estava nua e sendo devorada pelo meu chefe que, não se aguentando mais de tesão, colocou sua rola para fora da bermuda e disse com tom autoritário:
“- Anda Cláudia, vem chupar bem gostoso o meu cacete, quero uma mamada bem gostosa dessa sua boca carnuda e sensual!”.
Sem opções naquele momento, ela se ajoelhou na frente dele, segurou sua jeba e enfiou completamente na boca! Cláudia chupava como ninguém, eu sei bem como é uma chupeta daquela mulher e, naquele momento, o meu chefe, também passou a saber como era!
Ela subia e descia sua boca, fazendo uma leve pressão em todo o pau e em poucos minutos ele derramou todo seu leite em sua garganta! Mesmo chupando com “maestria”, Cláudia não estava acostumada com gozadas na boca e por isso, acabou engasgando, mas mesmo assim, o Sr. Plínio segurava sua cabeça com força, para que ela engolisse até a última gota de sua porra… E foi isso que ela fez!
Nesse momento Cláudia achava que tudo tinha acabado, mas o apetite do meu chefe não tinha limites, logo ele já estava duro de novo e ordenou que ela fosse até a cama e ficasse de quatro…, mas não simplesmente de quatro, que se abrisse totalmente… Ele queria ver bem aquela bocetinha e queria ver a sua tora entrando com força nela…
Minha noiva se posicionou na cama, abaixou a cabeça e ergueu bem o rabo. Meu chefe chegou, deu uma chupada rápida em sua boceta e disse:
“- Que boceta mais deliciosa… Vou comer até esfolar ela inteira!”
Falando isso ele enterrou de uma só vez todo seu mastro em Cláudia. Ela deu um grito seco e rápido e ele começou o vai e vem com muita força… E de acordo com o que ela disse, era possível ouvir as estocadas de longe!
O homem estava com fome, segurou nos cabelos de Cláudia e puxou para ele enquanto fodia com muita força na sua boceta ficou assim por 20 minutos sem parar, ela já estava exausta e totalmente esfolada, foi quando ele deu um forte urro e, segurando suas ancas, fez uma forte pressão sobre seu corpo e gozou em abundancia! O pior é que ele não estava usando camisinha (mais um motivo de preocupação).
Depois da forte gozada, Sr. Plínio saiu de dentro de Cláudia, juntou todas as roupas dela, guardou em sua mala e disse:
“- Esse é o meu troféu!”.
Cláudia achou estranho, mas não comentou nada! Em seguida ele foi até ela, entregou a chave do nosso quarto, segurou minha noiva pelo braço e colocou-a, totalmente nua, para fora do seu quarto e disse:
“- Vá embora, amanhã eu te procuro de novo…”.
Ela ficou totalmente apavorada, estava nua do lado de fora do quarto do meu chefe em uma pousada com vários conhecidos… Sorte que não tinha ninguém vendo no momento e ela correu rapidamente (tentando se cobrir) e foi para o nosso quarto…

Meu Chefe Esta Papando Minha Noiva 2
Meu Chefe Esta Papando Minha Noiva 3
Meu Chefe Ainda Papa Minha Noiva

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,00 de 1 votos)
Loading...