Casada virou prostituta

O que vou relatar aqui realmente é verídico. Sou casado com uma loira de parar o trânsito, sem exagero, uma bunda linda coxas grosas rostinho de ninfeta, sempre bem bronzeada com uma micro-marquinha, aqui vou chamá-la de Patrícia.

Começamos fantasiando de Patrícia transar com outros homens, em nossas transas ela adorava quando eu falava que queria ver ela sendo fodida por outro,Patrícia sempre usou roupas daquelas, que nem toda puta tem coragem de usar mais ela sempre usou com a maior naturalidade, e eu lógico adorava,tomamos coragem e anunciamos em um site de casais liberais, conhecemos algumas pessoas, chegamos a sair com algumas pessoas, apesar de termos tido algumas experiências legais eu achava aquilo meio mecânico, eu queria no fundo mesmo era que minha esposa fosse uma puta de verdade, prostituta mesmo.

Foi quando fui trabalhar em outra cidade, que tudo aconteceu naturalmente, Patrícia fez amizade com uma garota, que depois ficamos sabendo era garota de programa da melhor boate da cidade, ficaram muito amigas, como não sou idiota vi logo que a tal putinha iria querer tirar proveito de minha esposa, pois Patrícia tinha todo o potencial pra se tornar prostituta inclusive meu incentivo, elas iam a praia shopping, e não demorou pra pintar a primeira proposta, Leila (esse é o nome da puta) perguntou à Patrícia se ela não teria coragem de sair com outro cara, na hora Patrícia disse que sim, Leila falou que um cliente viu as duas e que ficou muito interessado nela, e perguntou se poderia marcar.

Paty, toda eufórica concordou e Leila ligou pro cara que estava tudo certo, e marcou a hora e o local onde ele buscaria Paty, na hora e local combinado ele a buscou, Paty me ligou e contou rapidamente o que estava pra acontecer e que quando terminasse viria correndo pra casa me contar, não deu outra. Paty chegou em casa feliz da vida, dizendo que nunca tinha sentido tanto tesão quando o cara chegou no local combinado Leila, que não é nada boba tratou logo de cobrar e tirar a comissão dela, repassou a parte de minha esposa.

Paty falou que quase morre de tesão com a situação, de estar sendo vendida, entrou no carro e foram para o motel, quando ela foi dizer ao cara que era o primeiro programa o cara disse que já sabia e disse que ela só não viesse com frescura pois pra ele não interessava se era a primeira vez dela, pois pra ele ela não passava de uma puta. Chegando no quarto ele a botou pra chupá-lo depois a colocou de quatro e a fodeu, Paty disse que gozou como uma louca nem tanto pelo sexo mais pela situação, Paty teve que fazer o que não faz comigo mais disse na minha cara que adorou o cliente gozou na boca dela e ela bebeu tudo, no outro dia Leila ligou novamente e durante uma semana Paty fez em media 2 programas por dia, mais Paty queria mais e foi com Leila conhecer a boate em que Leila trabalhava.

Patrícia ficou deslumbrada, agora tenho o que sempre sonhei uma esposa que é de fato uma puta ou melhor uma prostituta mesmo, pelo menos 2 ou 3 vezes por semana vou ao trabalho de minha esposa, fico em uma mesa só observando e morrendo de tesão vendo os clientes amassando minha esposa, passando a mão, dançando com ela, e quando ela sai que sei que é pra ser fodida, é uma loucura ver sua esposa sair com outro macho porque ele está pagando, saber que ela tem que fazer os gostos de um estranho, ver os caras ficarem conversando com ela na mesa, passando a mão na boceta e na bunda dela, muitas vezes homens que jamais teriam como chegar nem perto de uma mulher como ela, e ali ele só tem de pagar pra ela abrir as pernas.

Em uma dessas vezes que fui a boate 3 caras que estavam em uma mesa próximo à minha, puxaram conversa, e ficamos batendo papo. Logo comentaram que a mais gostosa da casa era a loira e apontaram pra minha esposa (e não é papo furado não, como falei tudo que relato aqui é verdade menos os nomes citados) e chamaram ela e mais duas putas, pra mesa. Foi uma situação indescritível, ver um cara negociando na minha frente pra foder minha mulher. Ele topou o preço dela desde que ela fizesse anal e ele gozasse na boca dela coisa que ela concordou na hora, eu ali do lado com a maior cara de corno.

Ele levantou pegou ela pela mão e foram foder, adorei toda aquela situação

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 2 votos)
Loading...