SAFADA NA RUA E EM CASA !

Minha mulher sempre foi muito vaidosa , mas de um tempo para cá ela estava diferente , se cuidava muito mais , emagreceu , e portanto comprava roupas mais coladas e decotadas , e nossa vida sexual não andava aquela maravilha, até que chegou uma sexta feira  e ela venho me falando que queria sair com algumas amigas para conversarem e se divertirem, diquei na minha mas concordei , afinal nunca fui de ficar pegando no pé, e fiquei olhando ela se arrumar um belo vestido amarelo de crepe indiano com um decote lindo e uma lingerie fio dental , com soutien 1/2 taça que realçava seus seios, fiquei assistindo um filme  mas adormeci , fui acordado la pela 3 horas com ela entrando no quarto  um pouco alta das bebidas que tomou , a mistura de perfume , bebida e cigarro era exitante, tira o vestido tira o soutien e só de calcinha sobe em cima de mim e me beija deliciosamente , e arrancando meu short começa a fazer um boquete maravilhoso , parecia uma profissional,  eu quase gozando pelas delicias que ela fazia , ela para e fala que eu a coma com força e tesão ,quer ser tratada como uma vagabunda, rasgo sua calcinha e colocando ela de quatro a penetro como um animal arrancando um urro de prazer  de estar comendo aquela mulher deliciosa .
No dia seguinte recebo uma ligação que me fala que minha mulher é safada pois faz na rua o que não quer em casa.
Fiquei fora do ar por muito tempo , e começo  a lembrar da noite anterior , durante a semana tentei fazer amor com ela , e  ela voltou a ser aquela mulher distante , mas novamente na sexta feira me fala que queria sair com as amigas , lembro do telefonema , mas concordo , ela sai , eu a sigo e vejo ela entrando em um bar que mais parecia uma boite , vejo ela com algumas mulheres na mesa bebendo , qdo um cara chega perto delas , eles conversam e entram boate a dentro , intrigado e louco de raiva falo com uma das mulheres e levo um susto , eram todas prostitutas , mesmo assustado conversando e pagando muita bebida para a garota ela fala que ali vinha todo tipo de gente , inclusive uma mulher casada que vinha se passar de puta pois sua vida em casa estava uma merda, transava com clientes e dava o dinheiro para as COLEGAS, sai e caminhei pela imediações até que a ficha caiu, eu entendi tudo e voltei para casa , louco de tesão esperando ela chegar , e novamente foi uma loucura, ela estava incrível,  e loucamente me pede que eu faça sexo anal , ela nunca tinha feito morria de medo , numa fração de segundos me veio a imagem dela no bordel, queria perder o cabaço do rabinho com quem ela sabia que não a machucaria , mas fui cruel  , o tesão e a raiva que sentia , besuntei seu cuzinho rosa de creme e forçando comecei a penetrar nela sem dó  ela se debatia como uma galinha que era, e eu entrei nela todinho ela gostou rebolava e aquele entra e sai na bundinha apertadinha ela tocava a bucetinha e falou que iria gozar e gozamos juntos , nos transformamos deste dia em diante , acho que ela sabe que eu sei que ela faz algo quando sai com as AMIGAS , mas hoje saímos juntos também e ela com roupas curtas e decotadas atraem os olhares de cobiça e sei que ela se exita e fica com tesão de ser admirada e na volta a sessão de sexo é fantástico.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...