RETORNO FANTASTICO

Qdo retornei de uma viagem pela empresa , liguei para minha esposa do aeroporto e avisei que em uma hora estaria em casa, no taxi  muito cansado louco para chegar em casa.
Entrei em casa tudo escuro , acendo a luz do corredor que da acesso ao nosso quarto , qdo entro a vejo linda ,dormindo  vestida com uma camiseta minha regata que deixava seus seios a mostra pelo decote e as laterais e uma calcinha de algodão branca pequenina toda enfiada dentro dela, olhando ela começo a tirar a roupa , foi qdo a fantasia começa a acontecer, com a pouca luz que entra no quarto ela acorda(doce ilusão) e começa a falar com uma voz assustada : quem era eu , era um bandido um ladrão, que eu levasse tudo, ela tinha dinheiro mas que não fizesse nada a ela pois seu marido estava viajando, e não podia ser estuprada , embarquei nesta fantasia e falo que a unica coisa que queria era seu corpo delicioso , ela sentada na cama seus seios saltavam fora da camiseta, eu apago a luz do corredor e no escuro ela nervosamente pergunta onde estou, eu a pego pelos calcanhares e a puxo pra perto de mim , ela grita e implora que não FOSSE VIOLENTO COM ELA, arranco sua calcinha e tiro sua camiseta , e começo a sentir os bicos duros dos seus seios em minha boca , e coloco minha mão entre as pernas e sinto sua vagina muito molhada, logo estou sentindo o sabor do mel que sai de dentro dela ela grita e fala que era uma mulher fiel e que não queria dar para um estranho e me fazia a ficar com mais tesão, e tentava fechar as pernas foi qdo ela me deu a dica falando que eu não desse um tapa nela pois não me queria violento
e dei um tapa em sua bunda , foi como colocar jogar um fosforo na gasolina, ela ficou louca , voltei a chupar sua vagina que estava muito mais molhada ela se contorcia me chamava de bruto safado bandido , e , gritando gozou longamente em minha boca,  sentia seu gozo delicioso, e novamente falando nervosamente diz que não seria comida por ninguém , só pelo marido, neste momento uma loucura toma conta de mim , a pego e a coloco de quatro e a penetro com força arrancando um gemido de tesão e dor, e dei um tapa forte na sua bunda novamente, e ela novamente enlouquece e rebolando pede que eu a coma com força e assim eu faço , ela geme de tesão e fala que não estava mais aguentando e goza novamente, eu a coloco de frente e a penetro novamente ela fala baixinho que não aguenta mais ser comida que estava toda dolorida mas pede que vá em frente que quer sentir, eu gozar dentro dela , e em seguida gozo.
Adormecemos e algumas horas depois acordamos , ela então pede que eu faça amor com ela e a penetre bem devagar pois estava toda machucada mas com muito tesão , fizemos um amor delicioso sua vagina muito inchada e vermelha estava deliciosa, e gozamos juntos .

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...