Apóstei minha esposa recatada

Bom sou Carlos tenho 33 anos, sou casado a 9 anos com a Diana uma mulher muito séria q conheci na faculdade.
Ela é magra com os seios médios umas coxas bem torneadas e não costuma usar roupas muito provocantes em público apenas em casa mesmo.

Vamos ao que interessa ao nos mudarmos para uma cidade com cerca de 200 mil habitantes começamos a freqüentar as festas que alguns amigos do serviço de minha esposa convidavam, eram festas bem simples, um churrasquinho uma cervejinha e assim ia.
Então fomos nos enturmando aos poucos e os homens eram quase todos comprometidos .
Nesses churrascos jogávamos futebol enquanto as mulheres preparavam os comes e bebes.

Na casa onde eram feita as festas eram de Paulo e Célia eram um casal perfeito parecia q nada abalava eles sempre de bom humor e muito bem vestidos.
Paulo q fora um dos personagens principais dessa aventura era um homem alto forte, mas não musculoso estava de sunga hehe alias estávamos quase todos de sunga só alguns estavam de bermuda.
Começamos a beber e no final da tarde alguns casais haviam ido embora algumas esposas foram na frente ficando eu e minha esposa, Paulo e Célia e mais Claudio um primo de Célia.

Lá pelas 18hs começamos a jogar sinuca apostando mixarias como 10 reais e assim foi até altas horas e as duas sempre trazendo mais cerveja para nos três.
O primeiro a perder tudo foi o primo de Célia, Claudio saiu da aposta ficando só eu e Paulo.
Assim a disputa foi fogo hora um perdia ora outro, então resolvemos aumentar a aposta já q nunca ia acabar o dinheiro, já que o mesmo ia e voltava para nossas mãos.

Então perdi parte do dinheiro o que me aconteceu alto pela bebida não queria ficar por baixo e o dinheiro já não dava mais pra jogar outra partida então Paulo muito sacana disse que se ganhasse queria dançar uma musica com minha esposa eu pensei tudo bem a mulher dele não vai deixar mesmo e outra oq tem de mais dançar apenas uma musica.
Aiaiaiai perdi de novo e Paulo colocou uma musica bem lenta e romântica e puxou minha esposa que estava apenas de biquíni para dançarem a bendita musica nisso comecei a brincar uma partida com Claudio a hora que a musica acaba vejo o volume que estava na sunga de Paulo.
Aí o Claudio falou: se deu bem nessa hein Paulo, dançar com um mulherão desses não é pra qualquer um.

Minha esposa toda sem jeito pediu para ir embora eu falei que queria jogar mais um pouco, e nisso Claudio falou que quando ele tomava whisky não perdia nenhuma partida ate parece que melhorava a pontaria então resolvemos mudar de bebida.
E após altas doses de whisky todos muito bêbados começamos a fazer brincadeiras com as nossas esposas que apostaríamos elas e tudo mais, a minha esposa quase me bateu mas logo sorriu por que acreditou que era brincadeira.
Eu e Paulo apostamos que quem perdesse mostraria os seios da esposa a minha disse que iria embora se continuássemos com essa babaquice.

Mas fingimos não entender, ganhei de Paulo e dito e feito ele foi lá e desamarrou o biquíni de Célia que não gostou muito mas não esboçou nenhuma ação.
Eu soltei um… “Nossa mas que seios lindos!”
É realmente são mesmo disse Claudio já alisando o cacete.
Célia disse puxa até meu primo é sem vergonha ai ela brincou para de alisar esse negocio ai q me dá água na boca e Paulo fechou a cara.
Minha esposa disse ué não eram vcs q estavam apostando as esposas pq agora ficou bravo.

Paulo – Nada não vamos jogar ta na hora de eu ver essa delicia de sua esposa peladinha .
Eu sorri e disse q ele não iria ver nada ali pq ia chegar uma hora em q a esposa dele não teria mais o q tirar e o q ele iria apostar?
– Paulo falou q ela poderia fazer uma chupeta em mim e no Claudio se caso ele perdesse de novo.
Ai veio a minha surpresa ele começou a ganhar e minha esposa disse q não iria tirar nada.
Paulo disse aposta é aposta se não tirar agora essa aposta vai ficar cumulativa e vai ter q pagar com juros depois e deu uma risadinha malandra.

E o pior aconteceu pelas minhas contas era pra minha esposa estar nua nessa ultima partida q perdi
Paulo já alto pela bebida foi perto de minha esposa e apertou sua bundinha coisa q ela se esquivou na hora pedindo pra ele sair de perto dela.
– Paulo chamou Claudio e disse … vamos dar um trato nessa boneca ta cheia de frescuras q não quer ficar nua, então ela vai ter q nos satisfazer não é meu amor disse para sua esposa.
Célia apenas concordou balançando a cabeça.
Paulo puxou a parte de cima do biquíni de Diana todos vimos os seios dela com os bicos durinhos acho q apesar de tudo ela estava é morrendo de tesão.

Claudio chegou por trás e foi beijando suas costas
As ultimas palavras dela foram amor vc vai deixar?
Não respondi então ela se entregou abaixou e começou a chupar Claudio nisso Célia veio em minha direção e falou q eu não ia ficar na Mao e começou um belo boquete tmb
Então a hora q vi Diana chupava um hora outro estava mesmo se sentindo uma puta no cio
Coloquei Célia de 4 e fui comendo sua buceta enquanto ela chamava o marido de corno cada vez ela gemia mais alto e pediu pro Claudio enfiar akele mastro na boca dela

Enquanto isso Paulo fodia minha esposa deitado por cima dela e a vagabunda chorava de tesao Paulo anunciou q ia gosar dentro ela parou e pediu pra ele gosar no bumbum dela
Coisa q ela sempre me pede, Célia se divertia com um pau na boca e outro enterrado em sua buça.
Eu e Claudio pratimente gosamos juntos eu na bucetinha de Célia e Claudio na boca dela.
Depois de tudo isso eu parti pra cima de minha esposa e comecei a acaricia-la logo estávamos transando igual 2 loucos enquanto éramos assistidos pelo 3 q se masturbavam.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 3 votos)
Loading...