Meu marido dormiu e o negro me faturou no onibus

Era carnaval e fomos eu e meu marido pra uma praia distante, chegamos lá meu marido sentou num quiosque e ficou bebendo enquanto eu ficava me bronzeando, passamos o dia todo e sempre que eu ia até onde o meu marido estava tinha um negro bonito, alto e forte que me fritava com os olhos, percebi aquele assedio e passei a ir mais vezes no quiosque. Meu marido já estava bem bêbado e como já eram 1700 o chamei pra ir embora e ele quis tomar a saideira, perdemos o ônibus, ficamos esperando até as 19:00 horas quando chegou o outro ônibus.
Foi aquele empurra-empurra entramos e meu marido sentou-se na última cadeira do ônibus e eu tive que ficar em pé. O Negro que me comeu com os olhos o dia todo entrou no ônibus e veio para o fundo também e ficou ao meu lado. Assim que o ônibus saiu meu marido já desmaiou, eu em pé ali com aquele negro lindo me olhando o tempo todo. Estava um pouco cansada e me debrucei no encosto de cabeça do ônibus.
Passou um tempo que o cobrador já tinha recebido de todos e o motorista apagou as luzes, e não demorou muito e senti a perna do meu admirador encostar na minha, levantei minha cabeça e olhei pra ele, que me sorriu, deitei minha cabeça novamente e senti ele encostando sua coxa na minha, novamente levantei minha cabeça e olhei para ele que me sorriu novamente.
O ônibus, fez uma curva me desequilibrei e fui de bunda no meu negro, que segurou minha cintura e me apertou contra ele, senti o tamanho daquele pau no meio do meu rego, pedi-lhe desculpa e voltei para minha posição. Ele então se aproximou de mim e sem cerimônias segurou na minha cintura e se esfregou em mim a vontade. Eu estava vestida com uma canga e com um biquíni de amarrar, bom ele ficou assim comigo um bom tempo, foi quando comecei a sentir suas mão alisando minhas pernas, ele alisava minhas pernas e subia até minha bunda, enquanto isto ele beijava meu pescoço, mordia minha orelha e enfiava a língua dentro do meu ouvido, tudo isto já estava me fazendo ficar nas pontas do pé pra sentir melhor o pau do meu negro no meio da minha bunda, nesta hora já não mais me importava por ninguém que estava no ônibus, nem mesmo meu marido, e como estava muito escuro pois estávamos numa auto-estrada, comecei a me sentir cada vez mais a vontade e entregue aos abusos daquele negro sedutor.
Em umas das passadas de mão em minha bunda ele aprofundou mais e chegou na minha xaninha que já estava encharcada, ele enfiou um dedo e começou a movimentar muito dentro de minha xaninha, então ele levou sua mão até o laço de meu biquíni desatando-o e tirando-o ao mesmo tempo, fiquei doida nesta hora. Meu negro se afastou de mim e escutei um barulho de papel de bala e fiquei será que este cara só queria me deixar no maior tesão, só queria tirar um sarro de mim. Ai ele se aproximou de mim novamente e foi subindo minha canga, ai eu senti ele pegando em umas de minhas coxas e levantando ela um pouco e logo depois senti sua mão segurar minha cintura e aos poucos fui sentindo ele colocar todo aquele mastro dentro de mim, é que o barulho de papel de bala era ele tirando uma camisinha e encapando seu mastro.
Quando estava tudo já dentro de mim ele começou a se movimentar bem devagar e foi beijando meu pescoço e mordendo minha língua, não agüentei muito e virei meu pescoço dando um gostoso beijo naquela boca carnuda e de dentes brancos. Ele mexeu muito dentro de mim, ai eu gozei minhas pernas bambearam e ele me segurou, pois não estava mais ficar em pé, escutei ele dizendo baixinho no meu ouvido…..”CALMA, AGORA É A MINHA VEZ, QUERO GOZAR TAMBEM….., e continuou movimentando, mais e mais , (hummmm, só de lembrar) e ai ele gozou, e gemeu gostoso no meu ouvido e me disse … QUERIA QUE VOCÊ LIMPASSE MEU CARALHO COM ESTA BOQUINHA GOSTOSA….. Só que não tinha jeito iríamos chamar muita a atenção, eu segurei aquele imenso mastro retirei a camisinha, joguei-a no chão e olhei pra ele lambendo meus dedos. Me ajeitei e pedi-lhe minha calcinha de biquíni e ele me falou …. ESTA VOCÊ VAI PEGAR MAIS TARDE NO MEU QUARTO, ESTOU NA MESMA POUSADA QUE VOCÊ E DESDE ESTA MANHÃ QUANDO TE VI PASSAR QUE FIQUEI COM MEU CARALHO DURO DE VONTADE DE TE COMER….
Chegamos na cidade descemos todos do ônibus e seguimos rumo a pousada vez e outra olhava pra trás e estava meu negro me comendo com os olhos e mostrando seu troféu (minha calcinha) nas mãos. Meu marido entrou no quarto se banhou e foi dormir, entrei no banheiro me banhei também e fiquei pensando se deveria ir até o quarto ou não, me troquei com uma roupa leve e sai, cheguei na porta do quarto e bati, ele abriu. Ele estava simplesmente lindo, com uma cueca samba calção, na cor champagne e de cetim, ele então me deu um beijo super demorado, e me disse, … AGORA ESTAMOS SÓS, E VAMOS FAZER DE TUDO, AQUI DENTRO… e eu senti seu mastro que eu diria ter uns 20 cm, já todo duro, segurei aquele mastro firme, por cima do short, ele me levou pra cama e já foi tirando minha roupa e depois a dele, deitou em cima de mim e começou a me beijar, chupou meus peitos e desceu até minha xaninha, meteu a língua com força e chupou gostoso, depois eu disse que queria também e fizemos um 69 até gozarmos um na boca do outro.
Foi então que ele me disse que agora iria me fazer gozar gostoso e partiu pra cima de mim, eu abri as pernas na posição papai e mamãe e o abracei com minhas pernas e meus braços, parecei que eu não queria deixar aquele macho partir, e ele me socava com muita força e rapidez, gozei como ele disse GOSTOSO. Descansamos um pouco e quando demos por nós tínhamos esquecido de usar as camisinhas foi então que ele falou, … AGORA QUE LEMBRAMOS VOU QUERER USAR… e foi colocando uma camisinha e eu fiquei só admirando ai ele me falou …. FICA DE QUATRO PRA MIM… e logo fiquei de quatro para o meu negro, ele pegou na bandeja de café que estava na mesinha e pegou duas vasilhinhas de manteiga, lambuzou os dedo e foi passando no meu cuzinho, não me importei, ele se posicionou por trás de mim e foi enfiando tudo até eu sentir suas pernas na minha bunda e começou a socar, minha bunda batia em sua perna que fazia até barulho de tapas, e foram varias socadas, até que ele gozou ai ele falou pra mim … AGORA VOCÊ PODE LIMPAR TUDINHO COM ESTA BOQUINHA GOSTOSA… eu sem cerimônias arranquei aquela camisinha e fui lambendo e chupando, o seu pau começou a amolecer e eu continuei a chupar e a lamber quando olhei seu pau já estava duro de tudo, ai eu chupei com mais vontade até que ele deu 3 gozadas em minha boca.
Troquei-me peguei minha calcinha de biquíni e fui pro meu quarto. Bom os outros 6 dias que passamos lá ele, fez amizade com meu marido e os dois bebiam todos os dias, sempre deixando meu marido bêbado e depois ele me comia muito gostoso. Chegamos aqui em Belo Horizonte, e ele sempre nos visita, meu marido enche a cara e ele me come como nunca, cada transa nossa, parece que estou descobrindo o sexo novamente, já pensei até em me separar e ir morar com ele, mas só o fato de transar com ele, na cozinha, na sala, na área de tanque enquanto meu marido dorme é muiiiiiito bom.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 2 votos)
Loading...