Fui comida na academia

17-10-14 1 ★ 0.00

Olá pessoal, tenho certeza que no clima de academia, roupas coladas e corpos malhados todos em algum momento ficam excitados não é?
Ah, eu adoro esse clima, os olhares, as posições para se fazer os exercícios, enfim tudo!
Na onde eu malho, ja notei muitos olhares maldosos, principalmente pelo jeito de me vestir, legs bem justas, marcando a calcinha fio dental, tops, deixando a barriguinha malhada a mostra e as vezes ate uns shortinhos larguinhos pra entrar um ar haha
Treino ha mais ou menos 2 anos, e ja vi muitos caras entrando e saindo de la, ja troquei olhares e até telefones com alguns, mais até então não tinha passado disso. Até que um dia, chegando pro treino de manhã, vi um rapaz conversando com o personal, ele tava passando o treino pra ele, então logo vi que era novo por ali.
Dei bom dia e entrei pro vestiário guardar minha bolsa. O rapaz olhou disfarçadamente mais o professor, como sempre me comeu com os olhos.
No vestiário levantei mais a leg pra marcar mais minha xaninha e fui pegar meu treino. O rapaz estava na esteira e eu também ia pra lá todos os dias pro aquecimento, fui pra esteira ao lado dele e comecei a puchar assunto, o nome dele era Lucas e ele ja malhava antes, mais se mudou e consequentemente de academia também. Conversamos bastante e percebia os olhares dele mesmo disfarçadamente. Fiz meu treino nas máquinas e fui tomar minha ducha pra ir embora, dei um beijinho no rosto como despedida. Não parei de pensar no rapaz, de barba serrada, porte físico médio, sobrancelhas pretas e grossas, mãos grandes e um sorriso tão sem vergonha!
No outro dia levantei até mais cedo pra me preparar melhor, me depilei, me perfumei, coloquei um shortinho e um top rosa, e nem pensei em calcinha, sabia o que queria, e hoje deixaria ele saber também. Cheguei na academia e ele já estava lá, comprimentei o professor e ele, que foi o primeiro a comentar do meu perfume, agradeci e sorri, guardei minhas coisas e fui pra esteira, ele ja estava nas máquinas e conversando com outra garota, confesso que me senti ameaçada, então chamei o professor pra me ajudar num exercício de agachamento, onde seu olhar e o dos demais rapazes da academia se voltavam pra mim, e com ele não foi diferente, a menina percebeu e se afastou. Terminei minha série e fui fazer glúteos, uma máquina que francamente deixa a mulher de 4 no meio da academia. Ele estava do outro lado, mais pelo espelho dava pra ver bem a parte de trás, onde mostrava parte do meu rabinho, então ele também não conseguiu disfarçar. Terminei rápido pra fazer as abdominais, deitei no chão e comecei a levantar, não preciso nem dizer que conforme abria a perna, parte da minha bucetinha ficava a mostra. Ai foi que ele pirou, passou a mão no pau disfarçadamente, e eu vi o volume, ele sentou do meu lado, pra conversar e logo disse que adorava rosa, perguntei o porque e ele disse que não estava falando da roupa e sim da minha bucetinha, dei um sorriso safado e mudei de assunto, continuamos a conversar e ele me pediu o telefone, passei, fui embora e continuamos a conversar por mensagens. Combinamos de ir no outro dia a noite pra academia e quem sabe ter mais intimidade, adorei a idéia. No outro dia chegamos na academia por volta das 20hs e tava lotada a academia, pensei que tinha sido uma má idéia, mais aos poucos o pessoal estava indo embora, nesse dia ele me ajudou na minha série e sempre que possível tirava uma casquinha, e eu ficando toda molhadinha sempre que sentia sua mão me tocando. Não deixei de reparar que a noite os rapazes também eram maravilhosos, tinha um moreno que nossa, me comia com os olhos e acho que o Lucas nem reparou, porque não tirava os olhos da minha bucetinha marcada e do meu rabinho com a leg bem socada.
Quando deu umas 21h45 o professor deu a chave na mão do Lucas e foi embora dizendo que havia recebido um telefonema urgente, claro que aquela conversa não colou, mais só depois fui saber que os dois ja eram amigos a tempo e com certeza ja haviam feito muito isso, mais não me importava porque dessa vez seria comigo, e pra mim era a primeira vez!
Então fui pro vestiário e esperei o sinal do Lucas pra sair, todos foram embora e ele desceu fechar a academia.
Deixou o ssom e a luz ligados e me chamou, sai do vestiário de langerie pra fazer uma surpresa, branca porque vermelho acho que é muito cliche. Vi no olhar dele a excitação, então ele veio pra cima de mim ofegante, me beijou loucamente, e ia me apertando toda, passando a mão em cada curva. Afastei ele pois ja tava ficando sem fôlego, sentei ele numa máquina de exercício para braço e subi em cima dele, tirei sua camisa e fui descendo beijando seu peito, malhado, suado, delicioso, nossa…
Ele olhava pelo espelho querendo ver minha bunda, então comecei a rebolar até chegar no seu pau e abocanhar aquela delicia, chupei até ele gozar na minha boca. Levantei, fui no vestiário me limpei e voltei, ele estava no mesmo lugar como se não tivesse nem se mechido. Vim lentamente tirando o sutiã, e ele me olhando sedento, me aproximei fiquei de costas e abaixei a calcinha lentamente. Ali ele já me segurou e começou a me chupar, me encostou no balcão e enfiou o pau na minha bucetinha e começou a bombar bem devargarinho, falando besteiras no meu ouvido, me chingando e contando tudo que ja tinha imaginado comigo e que iria realizar todas suas fantasias naquele dia. Percorremos a academia fazendo todas as posições possíveis, até que o interrompi, dizendo que também tinha fantasiado uma posição, ele me perguntou qual, e eu respondi que sonhava em ficar de 4 pra ele em frente ao espelho pra ele comer o meu cuzinho. Ele me deu um tapa na cara, me chamou de safada e disse que ia arrombar meu rabinho todinho. Fomos até o espelho e ele me colocou de 4, me chupou e foi colocando bem devagarzinho a cabeça, eu pedia pra ele enfiar logo e gemia baixinho, ele perguntava o que eu era dele, e me falava pra pedir rola, huuuum, judiava de mim, até que nao aguentei mais encaixei a rola dele e joguei a bunda pra trás, ele também não esperava mais encaixou direitinho e senti aquele pauzão rasgando meu cu, ele gemeu alto, eu olhei pelo espelho e sorri. Dai por diante foi pirocada demais, ele se soltou parecia um louco fodendo meu cuzinho e eu gritando de prazer, até ele gozar e tirar o pau de mim eu não parava de falar sacanagens e fazer caras e bocas em frente ao espelho.
Ele pediu se podia tirar uma foto apenas da minha bunda fazendo o exercício de glúteos para um amigo, logo me toquei que era pro professor, então topei e tirei uma foto nua toda empinada na máquina, e uma de frente com a perna , ainda sem calcinha, no aparelho chamado abdutor acho que alguns conhecem, mais resumindo toda arreganhada na posição 15 pras 2h sabe?
Fiz questão de falar que era pra eles pensarem em mim daquele jeitinho quando me vissem na academia no outro dia haha, o Lucas ficou excitado de novo, mais disse que tinha que ir embora, nos vestimos, fechamos a academia e nos despedimos com um beijo bem molhado. O resultado da foto foi maravilhoso, o professor me olhava mais safado ainda, e também pode provar do meu corpinho, mais isso conto em outro conto. Espero que tenham gostado, beijos!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Que delícia eu faria loucuras por um dia com você;