Meus Amigos Comeram Minha Mãe

A historia que passo a contar aconteceu há três anos atrás, na época eu estava indo para a capital estudar, pois na minha cidade não tem escola de medicina, nos dias que antecedia a minha partida convidei uns amigos para um churrasco de despedida na minha casa, mas o que aconteceu estremeceu a nossa amizade, mas antes vou nós apresentar, eu me chamo Tomas tenho 23 anos 1,80altura 72 kg moreno claro e bem dotado mas eu não participei da aventura,e os meu amigos chama-se o primeiro Paulo ,182 altura 75 kg moreno e bem dotado,o segundo Vinicius 1,78 altura 70kg moreno bem dotado,o terceiro Tiago 1,80 altura 73kg branco bem dotado,e o ultimo Igor 1,78 altura 68 kg japonês bem dotado,meus amigos chegaram bem cedo no domingo para o churrasco eu já tinha providenciado tudo a carne e a cerveja,ia ser aquela festa de despedida organizamos as coisas e começamos a assar a carne,e começamos a beber cerveja e isso foi,meu pai e meus irmão tinham ido visitar a minha avó,e só minha mãe tinha ficado para não deixar a
casa por nossa conta,não confiava nós meus amigos,então começamos a fazer o churrasco e beber cerveja,e o tempo foi passando,minha mãe ficou por ali ajudando,minha estava de camiseta e bermuda,minha mãe é muito bonita ela tem 40 anos mas com um corpo tudo em cima,ela é loira cerca de 1,70altura 62kg seios médios e uma bundinha muito bonita,enfim uma coroa enxuta,a certa altura da festa depois de muitas cervejas notei que meus amigo cochichavam e ria,no começo perguntei a eles o que era,mas eles desconversaram,por volta das 14 horas a cerveja acabou,mas a festa ainda estava animada,então falei o pessoal a cerveja acabou,alguém quer mais,todos responderam que sim,a eu esqueci de dizer que moramos no sitio,então peguei o carro e fui na cidade comprar mais cerveja,mas a cidade é bem longe de casa,cerca de 20 minutos de carro,eu já tinha andado mais de 10 minutos quando vi que tinha esquecido a carteira,então tive de voltar para pegar dinheiro,quando cheguei notei que onde estava ocorrendo o churrasco não tinha ninguém,achei estranho,mas ate ai tudo em paz,entrei em casa fui ate o quarto peguei a carteira,voltei e fui ate a cozinha falar para minha mãe o que tinha ocorrido,ela não estava lá,eu estava meio assustado com a situação,todos tinham sumido,eu já ia chamar a policia quando ouvi risos de uma sala que esta em reforma na minha casa,fui lá para ver quem era que estava lá,ao chegar na porta eu vi uma coisa que jamais imaginaria ver algum dia,minha mãe estava pelada,em volta dela estava meus quatro amigos também pelados,todos com o cacete duro apontado para ela,eu fiquei estarrecido com a visão,eu queria sair correndo,mas decidi ficar ali para ver o que ia acontecer, minha mãe se ajoelhou em volta deles e começou a chupar o cacete deles,ela mamou o cacete de todos um por um,ate que o Vinicius levantou e foi por trás dela e a pos de quatro e começou a penetra lá por trás ele enfiou todo aquele cacete que devia ter mais de 23 cm,ele enfiou todo o cacete de uma só vez,fazendo ela gemer,ele começou a fazer movimentos de vai e vem,minha mãe gemia de prazer na vara dele,enquanto continuava chupando o cacete dos outros,,Vinicius meteu bastante,quando Paulo se levantou e falou que era sua vez,ele colocou minha mãe sentada no braço do sofá de modo que ela ficava com a bunda bem arrebitada,ele também tinha um cacete bem grande cerca de 23 cm,ele primeiro enfiou na buceta da minha mãe,mas antes ele lubrificou bem o cusinho dela de modo para facilitar a penetração,ele metia um pouco na buceta e depois de um só movimento ele mudava e colocava o cacete no cu da minha mãe,o cacete era bem grande eu pensei que ela não ia agüentar mais ela agüentou firme,minha mãe estava louca de excitação e pedia para eles meterem mais,depois do Paulo meter muito foi a vez do Tiago e do Igor,o Tiago veio e se deitou no chão e minha mãe sentou em cima do seu cacete,entrou fundo em sua buceta,ela começou a cavalgar o cacete dele,quando veio o Igor pediu para o Tiago diminuir o ri timo, e começou a penetrar o cu da minha mãe,ela estava no meio de dois machos e engolindo mais dois cacete,aquilo era uma loucura,eu nunca pensei que podia presenciar tal coisa,minha mãe sendo fudida por todos os buracos,e por homens que não era meu pai,e o que é pior por pessoas que eu tinha trazido na minha casa,depois de muito meter nela eles de uma só vez começaram a gozar,um por um gozaram todos no rostinho da minha mãe,eu estava desolado, mas também excitado,e fui saindo bem devagarzinho para eles não me ouvirem,e fui para cidades,pensando em tudo que havia presenciado,eu não sabia o que fazer,eu estava muito triste com que tinha presenciado,de modo que não voltei mais para festa,pois não ia conseguir olhar para os meus amigos e fingir que nada tinha acontecido,eu fiquei lá na cidade ate umas 20 horas pensando no que ia fazer,quando voltei por volta das 21 horas os meus amigos já tinham ido embora,minha mãe estava muito preocupada comigo porque fazia muito tempo que tinha saído e não voltava e eu também tinha desligado,e ela disse que meus amigos também ficaram preocupados,foi que eu estourei de raiva,eu disse que não tinha amigos,porque aquele tipo de gente eu não quero como amigo,minha mãe estranhou o modo de falar,e me perguntou o que tinha acontecido,foi ai que eu resolvi soltar o verbo,eu disse que tinha visto o que tinha acontecido na sala de jantar aquela tarde,ela ficou surpresa e sem graça e não sabia o que me falar,ela perguntou o que eu tinha visto,eu disse que tinha visto tudo,ela metendo com meus amigos,e que ia contar para o meu pai,foi ai que ela começou a chorar ,ela chorava muito e eu comecei a me arrepender do que tinha dito,foi então que ela me disse você pensa que eu trai seu pai,mas não é verdade,pois eu seu pai já não somos marido e mulher já faz muito tempo,o fato de eu não ir em sua avó,não foi por causa de você e sim porque ele não me convidou,e já faz muito tempo que eu não transava e ver quatro rapazes novos me Cobiçando, eu não resisti e a oportunidade apareceu quando você saiu,diante daquele argumento eu não tive mais nada a dizer a ela,quando ao meus amigos,nada falei a eles ,mas não sou mais seu amigo,Hoje já faz mais de um ano que estou sem ir em casa ,estou vivendo a minha vida longe da hipocrisia da minha família,meu pai fingindo um casamento e minha mãe dando para os meus amigos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 3 votos)
Loading...