Sentindo a gozada

Olá me chamo Fernando 35 anos.

O conto que vim relatar hoje aconteceu quando eu tinha 14 anos e sempre que podia dava pra um vizinho de mesma idade.

Neste dia em questão meus pais estava em uma cidade vizinha e só chegariam às 19 horas em casa, era umas 17 horas quando meu amigo me chamou no portão, falei pra ele entrar, me perguntou se estava sozinho, confirmei que sim e ele mais que depressa entrou, pois já sabia oque iria rolar.

Sem nenhuma enrolação convidei ele pra ir pro quarto, chegando lá já fui abaixando a calça e me deitando de bruços, pois nessa época eu ainda não chupava pau, bom ele também foi abaixando sua calça e deitando por cima.

Já faziam algum tempo que eu não dava pra ele e dá ultima vez o pau nem chegou a entrar realmente, só ficou roçando fora, mas esse dia pensei comigo vou deixar entrar e fiquei bem relaxado.

Quando ele encostou a cabeça do pau na minha portinha senti que estava bem meladinho e num piscar de olhos o pau dele entrou tudinho em um só movimento… cheguei a ver estrelinhas nesta hora, pois aquele pau que não era muito cumprido mas era grosso acabava de literalmente me arrombar.. senti que ardia um pouquinho mas logo fui me acostumando com o volume.

Quando ele começou a se movimentar o pau dele como estava bem lisinho foi deslizando e aquele vai e vem ficando cada vez mais gostoso.

Já não sentia nenhum incomodo, só estava delirando com o pau dele entrando e saindo de dentro de mim.. aquele movimento gostoso, meu pau tbm já estava durinho, minha boca cheia de saliva grossa e espessa.. era muito tesão em estar sendo comido pelo meu amigo, quando de repente ele virou a mão de mão jeito e saindo de cima de mim deitou do meu lado na cama reclamando de dor no punho.

Apesar de sempre que podia eu dava pra ele (conforme relatei no conto: "Comido aos 11", eu nunca tinha visto o pau dele duro, pois no caso sempre estava de costas pra ele kkk, mas este dia ele deitado ali do meu lado quando eu olhei para o lado, vi como era grande aquele pau, na época era maior que o meu.. e fiquei mais cheio te tesão querendo ele de novo dentro de mim.

Ele já recuperado voltou pra cima de mim, eu gemia pra ele dizendo.. enfia logo, enfia tudo… logo o pau estava de novo deslizando dentro de mim.

Ele me comeu mais uns 15 minutos e já estava começando a arder.. me sentia esfolado de tanto dar.. quando senti que ele enfiou tudinho dentro e parou e pela primeira vez senti a porra escorrendo dentro de mim… que sensação maravilhosa, pois estar todo ardido sentia ela escorrendo do pau dele…

Bom ele se despediu e foi embora, mas neste dia a noite eu ainda lembrando da comida pois neste dia ele me esfolou muito e fiquei sentindo arder até a hora de dormir, porém como eu adorava dar pra ele no dia seguinte ele apareceu quando eu estava só e vcs já devem imaginar oque aconteceu…

Espero que tenha gostado do conto.

contato: ksado30expassivo@hotmail.com

Fernando Silva.

Abraços.