A moça do vestido vermelho provocante no acampamento

ola estou trazendo mais um relato que aconteceu comigo nesse fim de semana e inicio de semana, vcs podem me chamar de tioxxx, tenho 17 anos, sou magro, olhos castanhos escuros, 1,70 de altura, 65 kg.
Bom a moça do vestido curto vermelho, se chama D uma biscate, gostosinha que sabe que é gostosa e gosta de me provocar ( pq sou meio sociável ) usando um vestido vermelho com listras brancas na horizontal curto e apertado. (bom pra uma foda pq ele é fácil de puxar pra cima ). Ela tem 15 anos (completa 16 esse ano 2017) , bunda pequena, peitos pequenos, cabelos na altura dos ombros, particularmente ela me lembra uma lagartixa mais acho ela muito bonita mesmo assim.

Bom tudo começo quando fui pra um retiro, que aconteceu dia 29 quando fomos fazer uma dinâmica, onde minha equipe tinha que ficar todos em cima de uma cartolina e Tínhamos que chegar na caixa de chocolate sem que ninguém saia da cartolina , a D fico do meu lado, tive que abraça lá pra que ela não saísse pra fora da cartolina, abracei ela com um braço enquanto o outro fico livre, nisso ela deu umas gemidas gostosas, de putinha, mostrando que ela estava com dificuldade em ficar em pé, nisso dela gemer e ela ficar se esfregando um pouco em mim, acabei ficando de pau duro e como ela estava olhando pra baixo e eu estava com uma cueca de pano, o short jeans não foi suficiente pra conter meu pau.

Ela notou que eu estava de pau duro eu tentei colocar a mão que estava livre, na frente mais ela fingiu estar se desequilibrando e segurou minha mão mais antes ela meio que deu uma apertada no meu pau, tipo fingindo que foi sem querer. Beleza até aí nada de mais Fomos embora, chegado em casa, fui tomar banho e depois fui vê meu celular tinha uma mensagem dela, mandado oi, respondi e começamos a conversar, até que ela falou que tinha visto que eu estava de pau duro, ela pediu foto, mandei e como sou safado falei se quiser ver mais de perto podemos marcar algo, ela falou claro, disse que segunda feira dia 30 no caso ela estava de folga do trabalho, falei se quiser vir aqui em casa eu te busco, marcamos o horário, como ela mora perto de casa peguei o carro do meu pai, e fui buscar ela, chegando na casa dela ela saiu com o vestido vermelho, ela entrou falou vamos lá, falei claro mais antes falei que tinha que dar um presente pra ela, ela falou o que é me aproximei e dei um beijo nela, com isso fui abaixando vi que ela tinha se arrepiado toda enquanto eu acariciava a perna dela enquanto beijava ela, ela falou que belo presente, quero agora o pacote completo, fomos pra minha casa,chegamos lá, fomos pro meu quarto, ela já foi agachando e abrindo minha calça jeans e tirando meu pau pra fora, ela falou ou é bem maior que na foto, ela começou a chupar, ela passava a língua na cabecinha, chupava minhas bolas, ela chupava até babar, falei agora é minha vez puxei o vestido dela até a cintura coloquei ela de 4 na cama, tirei a calcinha dela, uma bucetinha lisinha rosadinha, sem falar no cuzinho fechadinho, rosadinho, coloquei o dedo no cuzinho dela ela gemeu, o Cuzinho dela contraiu e aperto meu dedo, ela falou que isso menino apresado já quer começar pela sobremesa, nois dois irmos, cai de boca na Buceta dela chupava com gosto, ela gemia e falava isso chupava a bucetinha da sua D, vai chupá, ela falou agora quero sentir essa rola na minha bucetinha, ela virou fico de barriga pra cima com as pernas abertas, perguntei Com camisinha ou sem ela falou sem se não tiver problema pra vc, falei claro que não tem problema, comecei a meter devagarzinho e fui aumentando a velocidade, metia com força, ela falava isso me come, me estrupa, me xinga de puta, de vadia, biscate, deitei por cima dela e comecei a falar putaria no ouvidinho dela, ela gemia, gritava, falei que ia gozar ela pediu pra não gozar dentro, tirei e gozei na barriga dela, ela falou vou te dar um tempinho pq agora vem meu cuzinho como sobremesa essa sobremesa quero uma cobertura de porra quentinha dentro dele, coloquei ela de 4 e passei um pouco de lubrificante no cuzinho dela, comecei colocando a cabecinha, ele grito de dor, segurei forte na cintura dela, e comecei a meter mais forte no cuzinho dela, ela gemia gostoso ela começo a chorar um pouco por causa da dor, eu dava uns tapas na bunda dela,falava que ela era uma biscate, uma putinha, ela gemia falando sou sim, sou sua putinha,continuei a meter com força até gozar, gozei dentro do cuzinho dela tirei, meu pau, ela virou e. Fico de barriga pra cima, e me puxou fazendo cair por cima dela, ela começo a me beijar, ficamos nos beijando por um tempo, até que fomos tomar banho, ajudei ela a limpar o cuzinho pq tinha saído um pouco de sangue, saímos e vimos que estava chovendo(aqui onde moro atualmente chove praticamente todo dia a tarde ), então decidimos ficar deitados na cama ela foi pegar água e eu fui pro quarto, deitei e depois ela veio e deito e me abraço, ficamos abraçados e falando putaria Um pro outro até a chuva passar.

Bom galera esse foi o meu conto, espero que gostem desculpa pelos erros de português, não sou um escritor profissional, mais acho que aki também não tem nenhum jurado de ENEM né brincadeiras a parte se achar algo em que possa melhorar comente aí e como sempre gosto de conversar e trocar ideia com quem lê meus relatos vou deixar meu email.
Tiodircaoficial@gmail.com
67991010679