Vem meu lindo, come meu bumbum

Passo aqui um conto verdadeiro, aconteceu comigo há cinco anos. Foi quando, finalmente, perdi minha virgindade no bumbum. Foi a única vez que dei até agora.

Hoje tenho 22 anos. Desde criança, tenho desejos de ser menininha; tudo começou quando vi a tiazinha na TV, e fiquei excitado. Criança que era, tudo que queria era ser como tiazinha, colocar calcinha, seduzir os homens, rebolar gostoso…
O desejo foi crescendo, me masturbava muito, via vídeos na internet, fotos, contos…comecei a entrar em bate-papos gay e brincar na cam com vááários homens; mostrava minha bundinha pra eles, rebolava gostoso, abria a bundinha, gozava muito. Comecei, inclusive, a depilar meu cuzinho por causa disso; gozei muito e fiz vários gozarem. Depois vieram os brinquedinhos, e essas coisas todas.
Aventuras à parte, apenas com 21 anos tomei coragem, com um moço que conheci na internet. Apesar de baixinho, ele era saradinho, tinha uma pica gostosa, bonita, grossa. E mais: morava perto de casa, o que aumentou ainda mais minhas fantasias. Conversei com ele várias vezes e me masturbei muito, até que, um dia, estava sozinho em casa, encontrei ele no MSN, e decidi que iria encontrá-lo.
Combinamos um local. Eu corri pra ficar delicioso pra ele: tirei todos os pelos do meu bumbum e peito, cortei minhas unhas, roubei um creme da minha irmã e passei no corpo pra ficar cheiroso, enfim, fiquei limpinho. Encontrei ele e, logo, ele me fitava da cabeça aos pés, com desejo; era bonito, o cara ideal para perder minha virgindade, morava sozinho.
Entrei na casa dele, fiquei muuuuito nervoso; como seria dar o cu? Seria bom? E se minha mãe descobrisse? Bom, logo ele tirou o pau pra fora, e eu comecei a chupar a cabecinha, olhando pra ele com cara de putinha carente, os olhos pra cima, enquanto lambia o pau, chupava o saco, dava mordidinha nas bolas. Gostoso, fui perdendo o nervosismo.
Resolvi deixar ele louco. Ele pediu pra chupar o pau dele, e eu disse: – “não, eu a sou menininha aqui”. Pedi pra chupar meu cuzinho…foi uma delícia!!! Gemi muito alto, enquanto sentia a língua no meu cuzinho recém-depiladinho, vinha um friozinho e uma sensação boa que me dava calafrios. Fizemos um meia nove, e eu, me sentindo uma puta, estava realizado.
Beijamos na boca, sentindo pelos de macho na minha face. E, logo, me agachei na cama, fiquei de quatro, e pedi: “vem meu lindo, come meu bumbum!” Ele bombou na minha bunda, meteu muito, eu gemia que nem uma puta, piranha, vendo o pau indo e vindo na minha bundinha branca.
Ele gozou. Eu gozei em seguida. Tomamos banho juntos. Quero alguém mais especial agora, se houverem candidatos, mandem email…
Beijos!

danipassivo@hotmail.com