Seduzi meu tio e ele aproveitou – 1

O que vou relatar aqui ocorreu quando tinha 10 anos. Hoje já estou mais madurinha 1.5 (rsrs). Meu nome é Marilia (nome fictício). É a minha primeira história real das muitas que tive com minha família, com amiguinhos e minhas coleguinhas. Para começar, sou parda com cabelos lisos pretos, bumbum médio, que eu mesmo adoro, e durinho. Sou pequena, cerca de 1,60. Sou uma menina muito obediente, estudiosa e calada. Não sou muito de falar, sempre fui assim. Mas não entre na “minha fila” que não desisto nunca… rsrs 😉

Um belo dia, eu estava na casa da minha vó e vi meu tio, de 30 anos, fazendo xixi. O banheiro da casa da Vovó é uma suíte, com uma outra porta para a cozinha. A porta do quarto da vovó estava trancada pelo lado de dentro, eu estava lá. Quando ouvi o barulho do xixi fui ver quem era. E na hora que abri a porta, era o meu tio. Vi seu pinto, um pinto médio. Na hora ele me viu, mas nada fez e foi embora.

Já conhecia o que era pinto. Sempre fui uma menina inteligente, quando ganhei o meu tablet já pesquisava o que era o pinto, pois na madrugada eu acordei com os gemidos da mamãe. Quando olhei para o lado vi ela chupando o pênis do papai. Fiquei espantada. Não sabia o que era aquilo… fingi estar dormindo. E vi mamãe esfolar e chupar a cabeça do pau dele. Depois o papai colocou a mamãe de 4 de costas pra mim. Ela ficou chupando pau dele com a bunda virada pra mim. E bem de perto eu vi que o cuzinho da mamãe já estava grande. Mais tarde vim saber que estava arrombado – coisa que vim saber pela internet e pelo meu tio, mas depois conto – e minha mãe amava dar o cuzinho, tanto é que nessa noite o papai colocou no cú dela. Mamãe sussurrava e falava: “Aiiiiiii…. mete, aflora meu cú. Adoro dar o cuzinho. Goza dentro, sou tua puta”. Fui dormir, meio com uma tensão e calafrios.

No dia seguinte fui tomar café. Olhei para eles, e tudo estava normal. Aí tomei meu café e fui pegar meu tablet.

Fui pesquisar sobre cú arrombado e nas imagens mostraram uma mulher com o mesmo buraco igual da mamãe. Nisso soube o que era sexo. Vi uns vídeos de sexo oral e lembrei do meu tio. Do pênis do meu tio.

À noite, fui para o meu quarto e vi alguns vídeos. Me deu uma sensação estranha na minha xerequinha. ¬Passei a ficar molhada e pensei no pau do meu tio. Queria fazer o que minha mãe fez. Queria chupar um pau.

Como era final de semana pedi da minha mãe para ir pra casa da titia. Ela não tem filhos e ficam só os dois em casa. Assim, minha intenção era seduzir meu tio. Já estava com pensamentos loucos. Minha mãe me atendeu e me levou.

Chegando lá meu tio não estava. Fiquei triste. Mas depois de seis horas ele chegou. Um pouco cansado e apenas disse: Oi linda. Ele nunca teve contato mais íntimo, acho que tem medo de ser visto ou se envolver sei lá. Meu outro tio, um gordo, já chegou até apertar minha bunda e me deu umas dedadas no meu rabinho. Mas não senti nada. Também foi só isso, e nunca mais fez nada. Não gostei.

Voltando para a história, meu tio chegou. Ele é design e passa muito tempo no computador. Quando ele estava no computador fui falar com ele: Tio o que o senhor está fazendo?

Ai ele respondeu: *Marilia, estou trabalhando. E vc? – Estou jogando vídeo game, mas queria jogar no computador. O Senhor deixa, titio? – Tá bom. Mas só um pouquinho!

Pronto! Meu planinho estava quase para dar certo. Aí ele me colocou no colo dele, só para abrir os jogos. Não queria sair do colo dele. Ele me colocou sentado na perna esquerda dele. Minha intenção era sentar bem no colo, bem em cima do pênis dele. Para eu ficar rebolando.

Minha tia estava na cozinha fazendo lanche pra gente. Então tinha tempo. Ainda esperando o jogo carregar, disse pra ele ajustar a cadeira. Aí ele ajustou e me colocou de novo no colo dele, na perna. Mas não foi difícil eu sentar onde eu queria. Só pedi pra mudar de posição que minha bunda estava doendo. Aí ele me colocou na outra perna, mas deslizei par o meio do colo dele.

Ufa. Consegui! Não senti o pau dele. Mas foi só começar o jogo eu comecei a rebolar no colo dele. Mais ou menos três minutos depois. Sentir o pau dele. Já estava começando a ficar pulando pra fora da calça. Minha tia ainda estava na cozinha. Meu tio viu que eu estava gostando e ele me levantou, para ajustar o pau dele. Aí quanto sentei em cima novamente sentir o pau dele todo pressionando minha bunda. Fiquei com calafrios…. Fiquei feliz… A mesma sensação quando vi minha mão dando para o papai.

Nisso meu tio ficou calado, mas aí eu disse: – Tio sabia que tô gostando do seu pintinho no meu bumbum. Eu já vi a mamãe colocando o pinto do papai na nela. O senhor faz isso comigo?

Ele ficou pasmo…

Se vc quiser saber o final deste conto mandem comentários que escrevo a continuação. Vou deixar meu e-mail: ninalevada11@bol.com.br. Hoje sou uma menina que gosto de sexo, sem pudor, e tenho muitas aventuras. Principalmente com minhas coleguinhas. Adoro meninas, mas vou contar minhas histórias outra hora. Meninas deixem os comentários. Respondo também os interessados.