Meu tio comeu minha mãe no chão da sala

O maior desejo de qualquer voyer é observar de perto o ato sexual, sentir o cheiro de sexo, ouvir os gemidos e se deleitar ao ver a expressão do prazer da mulher ao ser penetrada, sentindo centímetro por centímetro da piroca invadir seu corpo, se entregando ao homem, agoniada ao receber uma pomba grossa que entra abrindo tudo por dentro até começar a gemer de prazer melando seu parceiro.
Temos prazer em ver o gozo do macho, sentir o cheiro de sexo que fica no ar, ver a mulher pingando esperma toda melada, exausta na cama com um sorriso de satisfação no rosto, usada, mas completamente satisfeita.
Talvez esse seja o prazer que um corno tem ao levar sua esposa para uma casa de swing ao abate de outros machos.
Era moleque quando meus pais se separaram e minha mãe é uma mulher loira, baixinha com coxas grossas e uma bunda empinada que chama atenção dos homens, no começo me incomodava sair com ela por conta dos olhares, mas confesso que me excitava com aquele assédio.
Eu devia ter uns doze anos quando recebemos meu tio em casa, um coroa sacana que não dispensava uma boa buceta e não fez cerimonia para dar em cima da minha mãe, mesmo sendo sua ex-cunhada.
Incentivei meu tio a ter relações com minha mãe, fizemos ela beber até ficar à vontade com as brincadeiras daquele homem que não escondia sua excitação a coroa ficava sem graça mas aceitava as brincadeiras e ia se abrindo toda mesmo na minha frente.
Bastou usar uma desculpa e sair um pouco de casa, para ela ceder as investidas do meu tio.
Olhei de longe meu tio agarrar minha mãe, deslizando suas mãos pelo corpo dela, foi despindo-a enquanto a chupava beijando e mordendo os bicos dos seios, brancos com mamilos grandes clarinhos ouriçados de tesão.
Ela o agarrava abraçando e beijando, usando apenas uma calcinha se ajoelhou na frente do meu tio e passou a chupa-lo engolindo a caceta, lambendo e solvendo com vontade, fazendo o coroa gemer, meu tio contorcia os dedos dos pés com minha mãe ajoelhada entre suas pernas engolindo seu membro.
O cara fez minha mãe rebolar na frente dele, totalmente nua a mulher parecia querer excita-lo ainda mais afastando os nacos da bunda e mostrando ao meu tio a visão de sua xota, como se o estivesse convidando a penetra-la.
Ela sentou naquele membro fazendo aquilo entrar lentamente para dentro dela, ficou sentada com uma cara de tesão inexplicável e começou a rebolar com um pau grosso enfiado nela, ora ia para frente, ora sentava novamente fazendo meu tio gemer como um animal.
Trocaram de posição e meu tio assumiu o comando, colocando-a de quatro e encarava aquele rabo enorme, minha mãe estava com os fechados mordendo os lábios na penetração.
Me masturbei vendo aquilo entrar dentro dela, meu tio estocava a piroca na minha mãe, num vai e vem frenético fazia ela gemer enquanto tocava uma siririca, montando em cima dela fez a coroa arriar, sem aguentar o peso dele ficou de bruços com o cuzão pra cima levando pirocada.
Gozei vendo minha mãe ser currada no chão da sala, meu tio gozou dentro dela e tirou o pau ainda meia bomba pingado leite.

contos.eroticosabc@gmail.com