Mamãe pedólia! Eu confesso…

Olá, pessoal. Meu nome é Naná, tenho 28 anos e a história que vou contar é uma prática que estou aderindo com meu filho pequeno. Na verdade, uma confissão pra ver a reação das mães que estão lendo isso. Sou mãe solteira de um menino lindo de 6 anos de idade que está me satisfazendo sexualmente. Eu jamais pensei que chegaria a esse nível, mas como me dedico somente a meu filho Lucas, não me envolvi com homens depois do pai dele, apesar de me considerar uma mulher atraente. Vida de mãe solteira e tarada é difícil. Passo o dia excitada pela casa só com a roupa de dormir e, quando o Lucas chega e desce do carro da escola, vem correndo me abraçar inocentemente por trás e só de sentir o corpinho dele na minha bunda o meu grelo fica duro. Tudo começa quando vejo ele brincando de carrinho, aquela criança inocente mas que é muito apegada a mim. E eu, como uma mãe pervertida, sempre que ele tá quito no canto dele peço que ele chupe minha buceta enquanto assisto a novela. Mas não é assim tão fácil não. Tenho que convencê-lo. Por isso chego perto dele quando tá brincando e finjo que tô montando uns bloquinhos. Daí fico de quatro e abro as pernas na frente dele. Ele pergunta:
“mamãe, tô vendo seu bichinho”.
Eu respondo:
“é para vc lamber, meu amor…”
Ele fica rindo e eu louca pra gozar.
Com vontade de sentir a linguinha quente dele na minha buceta e eu gozar litros.
Aí uma vez tirei a roupa toda de baixo e fiquei só com uma blusa no corpo. Depois que fiquei semi nua, minha estratégia para fazer com que ele tivesse um contato maior com minhas partes íntimas foi a seguinte: eu entrei no meu quarto e fiquei de costas pra porta, quase colada nela. Aí eu abro um pouco as pernas e levo as mãos até os pés e então chamo ele pro meu quarto. Resultado: quando ele abriu a porta, se deu de cara com a minha buceta pingando de tanto tesão. Ele ficou olhando um momento e disse: eita mamãe, tu tá sem calcinha. Eu disse:
Pode olhar amor. Quer encostar o dedinho?
Nossa, vcs não sabem como foi gostoso sentir ele mexendo na minha entradinha.
Tá melado mamãe. Ele disse rindo.
É pq a mamãe gosta quando vc pega aí! Quer encostar a linguinha também?
Ele no começo só chegou perto e encostou o rosto. Sentir o filho pequeno ter uma aproximação tão forte com a buceta é uma sensação de tesão, amor e satisfação.
Na hora que ele passou de leve a língua, não me segurei e parti pra siririca. Eu sabia que como ele é uma criança, não ficaria ali lambendo por muito tempo. Pedi que ele fosse brincar e corri pra cama pra enfiar a mão na buceta e fazer ela jorrar gozo de tanto tesão.
O tempo passou, depois de todo um processo de sexualuzação que depois explico, finalmente ele me alivia constantemente.
Bem, não me arrependo do que faço. Ele é meu filho e até gosta. Quando chego do trabalho com a pepeka suada aí é que sinto tesão mesmo. Dispenso logo a babá, boto a calcinha de lado e chamo ele pra chupar. Passa um bom tempo até sair um gozo branco da minha buceta. Ele diz que é doce e lambe tudo. Me encho de tesão!!! Mamães e futuras mamães solteiras, deixem seus filhos pequenos chuparem a buceta de vcs! É ótimo! A partir de uns dois anos até uns 6 ou 7 tá bom…
Meu email é: nathalia_nana123@hotmail.com ops: só darei atenção a mulheres que são mães e que querem trocar experiências