Eu, uma mulher & um Travesti – Final

Natalia fez um delicioso striptease pra gente, calcinha fio, preta, e antes de tira-la, agarrou Bianca que já tava louca pra transar, e as duas se beijaram sem parar, Bianca com as mãos nos pequenos seios de Natalia. Meu pau endurecendo.
Bianca tirou a roupa e já caiu na cama com Natalia, uma mamava no seio da outra, se revezavam.
Natalia alisa a bunda de Bianca. E dava tapas…Bianca logo tirou a calcinha e sentou na cara de Natalia pra receber uma chupada. Gozar na boca de um travesti.
Bianca gemia a cada lambida de Natalia. E Rebolava toda putinha.
Gozou, se levantou, tirou a calcinha de Natalia, e expos seu dote, um pouco maior que o meu, 15cms…um pau e saco bem rosados…
Bianca olhou pra mim, sorriu e começou a lamber o saco de Natalia, lambendo e engolindo, as bolas do travesti, e foi lambendo até a ponta, abocanhou a cabeça do pau, e começou a sugar, chupar aquele pau, faminta. Chupava e chupava, lentamente, meu pinto já duro, comecei uma punheta bem devagar.
Bianca chupava aquele pau, sem parar em nenhum instante. E engoliu cada gota da porra de Natalia.
Mas permaneceu punhetando a pica que acabara de chupar, querendo ela dura de novo, depois de um tempo, assim que ela endureceu de novo, Bianca sentou na pica de Natalia, e começou a cavalgar, se beijavam, bianca dava os peitinhos pra Natalia chupar, e sentava mais forte naquela pica.
Gemia mais alto, até que gozou. Deitou, tomou folego. E me chamou. ficou de quatro pra mim, enterrei meu pequeno pinto naquela xoxota toda molhada, e bianca agarrou o pau do travesti de novo, e punhetava e chupava, até que caiu de boca de uma vez, ela gozou primeiro que Natalia, quando gozei, Natalia veio até mim, pra lamber o resto de porra na meu pinto, e continuou até ele endurecer de novo, e se Bianca já chupava bem uma rola, Natalia não ficava por menos.
Que visão, aquela delicia se chupando. Natalia ficou de pau duro me chupando. Bianca se tocava vendo a gente. Até que não aguentou e pediu pra dividir minha pica com Natalia e as duas começaram a lamber meu pau juntas. Nossa, que sensação, um travesti e uma mulher lambendo meu pinto que antes tinha sido tão desprezado e as duas chupavam e lambiam com prazer.
Quando gozei. As Duas dividiram a porra e passaram da boca de uma pra outra até engolirem.
Ficamos nos beijando os três por um tempo.
Até que Natalia, me puxou e disse: – Vem, me come.
E ficou de quatro pra mim.
Aquele rabo e cu todinhos pra mim.
Agarrei aquela bunda, dei umas mordidas, e Natalia, disse: – Ai, que safado. Morde mais e me come todinha, come.
Comecei a enfiar meu pau, no cuzinho de Natalia, nossa, e que cuzinho, apertadinho e cheio de preguinhas na entrada, alguns tem menas pregas, o de Natalia, era cheinho, lindo, uma delicia.
Enfiei devagar e Natalia, nem gemeu, sorriu e disse pra meter tudo e sem dó. O que logo atendi. Que cu gostoso!!!!!!!!!!! Bem quente, e apertado. Acho que ela dava pra caras com pênis menores pois tava bem apertadinho, lembrava até a primeira vez que comi o cu virgem de Bianca, quase tão apertadinho. Depois ela me disse que tinha saído com poucos caras, e que so uma vez saiu com um de pau grande, os outros tavam entre o meu tamanho e 16cms.
Ela puxou Bianca pra si, e chupou a buceta enquanto levava pica no cú, era uma foda deliciosa, Natalia não aguentou e com a mão direita, enquanto também chupava bianca, começou a se masturbar e antes de Bianca e eu gozarmos, ela gozou, esporrando no lençol, depois de uns dois segundos que eu comecei a gozar naquele cuzinho, Bianca também gozou.
Bianca sentou com o cú no pau de Natalia, empinou a bunda pra mim e disse: – Vem, quero você também.
Ela queria fazer dupla penetração, e não um e outro na buceta, mas sim, os dois no cú.
Quando comecei a enfiar meu pau, Natalia, urrou de dor….mas disse pra não parar, e gritou mais alto. Quando entrou tudo, ela disse: – Agora mete, mete gostoso!
Ela gemeu sem parar, e eu sentia a carne dela toda apertada, querendo se fechar, mas nossas picas não deixavam, e meu pinto raspando no de Natalia. Cabeça com cabeça no interior de Bianca. Não imaginava uma sensação daquela, Bianca era rasgada e gemia como uma putinha. Senti um melado, era Natalia gozando e esporrando, depois eu gozei, saiu pouca porra, tirei meu pau melado com a minha porra e de Natalia. Não aguentei, tomei a iniciativa, e esfreguei a cabeça do pau de Natalia, na cabeça do meu, nossos paus melados com a roupa um do outro, logo ficaram duros de novo, por mais gostosa que uma buceta é, aquilo tambem era muito prazeroso e jamais tinha sentindo um prazer como daqueles, e Bianca não aguentando, veio até nós, e ficou esfregando a nossa picas e lambendo elas, até gozamos e ela sugou cada gota de porra que ainda saiu da gente.
Antes de encerrar, ela ficou de quatro pra mim. Enquanto chupou Natalia. Gozamos bem gostoso.
Repetimos a dose em mais duas ocasiões, mas essa primeira vez foi e é inesquecível.
Me encontrei com Natalia por mais um tempo, mas nos separamos de novo, pois ela mudou de país a trabalho.
Sai com outras mulheres, gosto de todos os tipos, não tenho preconceito, ruivas, negras, orientais, morenas, loiras, apesar de que é cada vez mais difícil sair com uma loira de verdade, ainda assim consegui, mas infelizmente era casada, gostaria de uma legitima e solteira. Realizei mais vezes fisting em outras mulheres que tinham desejo, passei a ajudar mulheres a se soltarem e realizarem suas fantasias. Seios, não tenho frescura, gosto dos pequenos. Tenho vontade de sair com uma greluda, grelo grande mesmo, como uma pequena glande. Enfim, tive outras experiências que gostaria de compartilhar também. Espero que tenham gostado.
fabiano36risk@outlook.com
Um abraço, deixem comentários, por favor, obrigado por lerem o conto.