Enteada, tomou o lugar dá mãe!

Bom galera, assim como postei no meu primeiro conto (a Prima Virgem), esse é mais um relato verídico!!!

“Enteada, tomou o lugar dá Mãe!”

Tudo começou num dia de chuva, eu tava de carro e a rua que passava tava alagada pra um pedestre trafegar, porém meu carro é Alto (Blazer) e vi duas mulheres no ponto do ônibus e chuva não, dilúvio!
Aí fui passando devagar para não jorrar água nelas, qnd percebi que estavam se tremendo de frios e abraçadas! Parei e gentilmente falei, querem carona?
Elas meio sem jeito disse que não, que ia esperar a água baixa e etc.. Quando ia levantando o vidro a outra falou não Mãe, vamos pelo menos até onde está seco e caminharemos pra casa na chuva, já estamos molhadas mesmo!
E com isso abrir a porta elas entraram e as duas pro banco de trás! E perguntei onde moravam que poderia deixar em casa ou perto, aí olhei ore retrovisor, minha surpresa, a mãe era um tesão de galega! Loiraça, altura mediana, seios G bem redondos pernas grossas, cintura larga e umas coxas pense! A filha a mesma coisas só que com menos seios, tipo M e a cintura e corpo um pouco menor tb! Bom deixei elas em casa e qnd desceu a mãe veio me agradecer e me deu seu cartão, falou que trabalhava em uma empresa de construção e etc!

Passaram os dias e eu sempre passei pelo mesmo caminho e nada de rever as duas galegas lindas!
Quase um mês depois, estou no Mercado e vejo uma pessoa me olhando e de repente vem é minha direção e fala, tudo bem? Eu disse que sim e ao levantar a cabeça era a filha! Meu amigo, o dote latejou dentro da calça! Ela falou que estava muito agradecida pela carona, pois tinha documentos dá mãe importante na mochila dá escola dela, com medo de molhar, enfim, ficamos papando um tempo e não tirava meus olhos daqueles busto lindo! Ela me falou se vai passar pela rua E, eu disse que sim e disse que lhe daria uma carona, isso já perto do jantar, qnd ela desceu, foi abrindo o portão do privê que morava e disse estaciona aqui, mãe vai adorar te reencontrar!

Qnd entrei, estava a mãe de top e um shortinho (que parecia mais uma calcinha box) me cumprimentou e me deu um abraço!
A filha se danou pro quarto pro notebooks e eu fiquei meio sem jeito! Aí a mãe disse janta com a gente faz tempo que não temos uma companhia masculina desde que fiquei viúva!
De boa jantei, me despedi e fui pra casa! Só que dessa vez, trocamos números de Zap! Eu fiquei esperando ela falar, e pra minha surpresa, qnd é por volta de uma dá madrugada, ela me manda um Zap, dizendo que faltou energia no privê e tá desconfiada que tem alguém rondando por lá, me pedindo pra ir olhar se possível, pois, não tem família aqui (Recife) todos são do sul (Porto Alegre) e só seu falecido marido que era daqui e tinha família a qual ela não tinha contato!

Eu fui, levei umas luzes de emergência e fiquei por lá! E energia nada! A filha me abraça e se despede e vai deixar mesmo no calor e sem energia! Eu e a mãe ficamos na sala papeandoz qnd reparo que a mesma está de camisola, sem calcinha, pela fraca luz que reflete eu percebo isso é tb o bronze que ela está nos ombros! Meu dote (21cm) já latejava e pulsava cm nunca, qnd ela se levantou e com isso a camisola de abriu um pouco e vi aquela xana linda com pouquíssimos pêlos loiros!

Quase 4 dá madrugada a energia volta e ela diz vai dormir aqui né? Eu respondi que sim que o sofá tava tranquilo, ela disse não vem pra cama é de casal! Aí respondi, mas, só durmo Nu! Não tem pro eu tb, respondeu a mãe! Qnd deitei fiquei logo pelado e ela já estava peladinha, qnd se virou e encostou aquele bunda linda perto do meu dote, eu dei uma pulsadinha e ela não reclamou e encostou mais! Aí comecei os carinhos e preliminares, qnd abrir a Xana que ia penetrar ela fala, calma, fazem 5 anos que nem me tocar eu toco e uma tora dessa é isso! Fui devagarinho, pincelando, massageando e penetrando aos poucos (confesso que nem as virgens que passou por mim eram tão apertada qnt! Rasguei umas 3 ou 4 camisinha! Fudi gostoso e fui dormir!

Pela manhã acordo com alguém no chuveiro cantando e cai em mim que estava na casa dela, qnd me dirigo pra porta do banheiro, a filha tava se banhando e responde, mãe já se foi, saiu às 7hs! E disse que qnd acordasse, podia se banhar, tomar café e ir pra sua casa e se possível me dá uma carona pro Colégio que é perto!

Isso eu reparei por entre o boxe, aquele Anjo Loiro, seios M, rosadinhos, auréolas lindas quase transparente, biquinhos que espetavam até minha visão! Corpo de mulher numa menina de 15 anos! Xana com os pêlos ainda crescendo! Ela repara que estou olhando e fala, será que um dia serei cm minha mãe? Respondi que ia ser até melhor, ela deu um sorriso e continuou o banho!

Após ela sair, me banhei e fui pra sala esperar ela pra ir embora, qnd um barulho vem do quarto e eu corro, ao chegar ela derrubou de propósito uns CDs e disse que tinha um escorpião alí, bati tudo e nada é ela só de calcinha! Senti na beira de sua cama e tentei acalma-lá, ela respondeu obrigado TIO, e aí me abraça, não resisti e perguntei se ela já namorava, ela disse que não, que a mãe é brava em relação a isso e tem medo de a mãe não dá mais presentinhos a ela!
Eu disse calma, um dia Vc namora, ela disse que queria namorar cm ouviu na noite passada, eu comendo a mãe dela! Fiquei sem jeito e ela disse, quero ver seu dote, nunca vi um pênis antes, exceto em filmes,m se etc!
Fiquei meio sem jeito, mas, ela meteu a mão e meu amigo pense numa mamada!
Pensei que ela ia só admirar, mas mamou feito uma bezerrina! E aí eu disse minha vez, saí chupando ela do dedão do pé até a cabeceira!
Qnd senti ela toda molhada, virando os olhos e aí comecei de leve a pincelar e massagear a xana dela com meu dote! Ela urrava cm nunca!
Depois ela me fala, me come! Não aguento mais! Perguntei se era virgem ela responde que sim e perguntou se é isso que quer, tá pronta etc….
Ela diz que sim e pedi pra realizar esse desejo, eu perguntei se ela tinha camisinha na casa, ela responde que sim, mas, a mãe escondeu! Aí foi sem mesmo! Comecei devagar, pra ela sentir prazer dor não! Forcei, forcei e nada, até que qnd fui um teste e afastei suas pernas e senti meu dote rasgar aquele Hímem! Parei um pouco pra ela se acostumar e aí fui bombando, ela se tremia, se urinava de tanto gozar, as pernas bambas, xana encharcada, molhadinha e eu por alí! Até que ela gozou (em um de tantas) eu anunciei que ia gozar e assim fiz, fiquei tenso, mas, ela disse não se preocupe não tenho menstruação! Fiquei tranquilo, tomamos café e depois mais uma boa transa! Quem disse que ela foi pra escola? Kkkkkkkk
Aí depois desse dia, namorei a mãe, porém comia a filha todo dia antes de levar pro Colégio, a primeira aula era Sexologia! Passei quase 7 meses nessae ainda comi o Popó dela, comi ela é a mãe (mas, isso deixo pra outro conto!).
E entt a enteada, tomou o lugar dá mãe!

Meninas que queriam minhas fotos e conversar, virtual, só add no Skype: residentevil_junior@hotmail.Com

Tenho vários Contos, mas, deixar pra outro Conto!