Treinei com o Irmão

Olá, meu nome é Alana e tenho 15 anos, o que vou narrar aconteceu a um pouco mais de 2 anos.
Na época tivemos algumas aulas vagas na escola, eu ainda era muito bobinha em relação a sexo, embora já tivesse peitinho e já menstruado, um determinado dia estavamos em 4 garotas e 2 garotos conversando e o assunto acabou em sexo, um dos meninos perguntou se nós ja haviamos feito chupeta, as amigas disseram q não a outra que já tinha feito no namorado e eu nem sabia o que era mais disfarcei e disse que não, ele veio mostrar um video de uma garota tentando colocar o pau do cara todinho na boca e não conseguia, nossa aquilo era muito grande e ela engasgava, na hora eu achei supernojento.
a noite eu fiquei com aquela cena na cabeça e não conseguia dormir, nessa época na casa só tinha dois quartos e como minha mãe tinha um filho mais velho que eu com 25 anos do primeiro casamento ele veio passar uns dias em casa e acabou tendo q dormir no mesmo quarto que eu.
Eu lembrava da cena e por estranho que parece minha ppk ficava com coceirinha e nessa hora eu ja não achava mais nojento, tive que colocar a mão por dentro da calcinha e acariciar ela, nunca tinha feito isso, mas parece que aquilo não tinha me satisfeito, olhei pra cama do meu irmão e notei que ele estava roncando e tinha um volume por baixo do lençol, sai da cama devagarinho sem fazer barulho, fui até a cama dele passei a mão de leve por cima do lençol e senti como se tivesse uma pedra, não me contive e como ele ainda roncava, puxei o lençol de lado e vi que ele só tava de shorts fininho, o volume parecia maior, o shorts era bem folgado e a tentação de ver aquilo que tinha ali dentro era maior, peguei devagarinho o shorts e puxei pra baixo nossa aquele negócio duro pulou pra fora me assustei mas minha vontade de sentir o contato era maior, aproximei minha mão e toquei como ele não se mexeu envolvi em minha mão, puxei a pelinha pra baixo e descobri uma cabeça vermelha e brilhante, nossa parecia que era o coração dele batendo ali, me contive quando ele se mexeu pra virar, puxei o shorts de volta e corri pra minha cama.
no outro dia passei o dia todo com a visão daquele pau do meu irmão na cabeça, fui pra escola e não conseguia parar de pensar, tinha que contar pra alguém, cheguei perto da minha amiga Bruna na hora do intervalo a que tinha dito que ja tinha feito chupeta e contei o que tinha acontecido, ela me falou sério amiga e você não colocou na boca, não néh, é meu irmão e ai ela me disse q o irmão dela tinha feito ela chupar ele e que era muito gostoso, o sinal tocou e tivemos que voltar pra sala e não pude mais falar com ela nesse dia.
quando foi a noite eu não via a hora de dormir, quando notei meu irmão se arrumando pra sair, fiquei triste, mas ele tinha uma festa pra ir, fu dormir e não conseguir, deu uma hora e nada de eu conseguir dormir e nem ele de chegar, 2h eu já tinha me acariciado umas 3 vezes e mesmo assim parecia que faltava algo e eu não conseguia dormir, por volta das 2:30h ele chega, vai tomar um banho e deita na cama só de shorts, eu disfarçando que estava dormindo, mal ele deitou e logo começou a roncar, sai da cama devagarinho cheguei perto dele, senti um bafo de bebida alcoolica, pensei nossa ele bebeu não vai acordar tão facil, logo notei um volume se formando no lençol, ele estatico roncando, puxei o lençol, e fiquei olhando ele crescer, não me contive e puxei o shorts dele pra baixo e aquele mastro saltou pra fora, fiquei olhando ele crescer cada vez mais, peguei na mão levemente, meu instinto foi começar a mexer, fui acariciando pra baixo e pra cima, ele roncava e nem se mexia, a imagem do video veio a minha cabeça, aproximei meu rosto do pau dele, senti que estava cheirosinho não tinha cheiro de xixi, descobri a cabecinha e passei a lingua, ele ainda estava imóvel, meu impulso foi de colocar aquilo na boca, e fiz, comecei e chupar como se fosse um pirulito, lembrava da garota tentando engolir inteiro resolvi tentar, não conseguia, parava e via que ele continuava roncando, continuei chupando, não tinha vontade de tirar aquilo da minha boca, aquilo latejava e era quente, minha ppk coçava desci minha mão e acariciava ela, eu sentada na cama chupando o pau dele, minha ppk queria mais e resolvi enfiar um dedinho nela pela primeira vez, nossa parecia que eu tinha tomado um choque, chupei o pau dele com mais vontade notei q ele latejava mais forte, senti então um jato em minha boca, tentei tirar da boca, esparramou pelo lençol e pelos pelinhos dele, corri assustada ao banheiro pois não sabia o que era aquilo e tinha um gosto estranho pois eu tinha engolido um pouco, mas ao mesmo tempo era gostoso, voltei limpei ele e o lençol com uma toalha, fui me deitar, meu coração parece que queria sair pela boca, tive que me acariciar mais um pouco pra conseguir dormir.
No outro dia era um sabado, minha mãe me acordou chamando para ir ao centro com ela e depois ao shopping, disse que não queria ir pois estava cansada, meu pai tinha ido trabalhar, levantei tomei café e quando estava terminando de tomar café ele acordou e veio pra mesa, estava terminando e ia me levantar, quando ele perguntou da mãe eu falei, ai ele me fala assim…
Alana o que aconteceu essa noite?
Nada, não aconteceu nada!
Aconteceu sim, dá próxima vez eu quero que você me acorde desde o começo pois eu quero sentir e ver você fazendo, nossa eu fiquei em choque.
Fazendo o que, você tá viajando na maionese.
Estou nada, vocÊ acha que eu não vi você correndo ao banheiro pegar uma toalha e vir me limpar, acha que eu não vi também a hora que você se acariciou na cama, sei também que você gostou.
só quero sentir desde o começo, sua boca me chupando, só senti a hora que estava gozando.
Nossa eu não sabia se ficava brava com ele ou se pulava no colo dele.
ai ele me perguntou, você nunca tinha feito isso com algum garoto?
claro que não.
ele me pegou pela mão e falou, vem cá, vamos treinar, nossa parecia que o pau dele tinha ganhado vida, fomo pro quarto, ele abriu a bermuda e puxou pra fora, não me contive e já peguei na mão, nessa hora não queria saber de nada, eu sentei na cama e ele ficou de pé na minha frente, abocanhei aquela delicia queria tudo na minha boca. mamei gostoso.
ele me pediu pra tirar a roupa, não pensei duas vezes, não pensava em mais nada, faria o que ele pedisse, ele veio chupou meus peitinhos e passava a mão na minha ppk, enfiava a pontinha dos dedos, me deitou na cama com as pernas pra fora, e desceu com a boca, começou a me lamber na ppk e no cuzinho, eu via estrelas, começou a tentar enfiar o dedo no cuzinho, dizia nossa que cuzinho lindo, quando conseguiu enfiar o dedo doeu um pouquinho, ai ele tirava passava na ppk e colocava mais um pouquinho, a dor foi passando, passando, até que começou a ficar gostoso, ele me disse assim, não vou mexer na sua bucetinha, mas o cuzinho eu vou inaugurar.
encaixou a pontinha na entradinha e começou a forçar, doeu um pooquinho, mas quando senti já tava tudo dentro, começou a ficar gostoso, um misto de dor e prazer.
ele começou a mexer, tirava e enfiava tudo, até que não resisti e tomei um choque imenso que meu corpo se contraiu inteiro, eu via estrelas, perdi o sentido um tempinho e voltei, não conseguia me conter e gemia, gemia, ele me colocou de 4 na cama, e voltou a enfiar, o pau dele latejava dentro de mim e eu queria ele todo atolado, ele tirou rapidinho e pediu pra eu abrir a boca,
senti os jatos voando pra minha boca, ele não deixava eu sair, e depois me forçou a engolir tudo, achei nojento mas gostoso ao mesmo tempo.
depois disso me recompus e fui pra casa da Bruna, contei tudo pra ela, ela ficou doida pra conhecer ele, mas isso eu conto depois o que rolou.
Hoje faz 8 meses que ele está morando na Inglaterra e eu morro de saudades de tudo que fizemos juntos, ainda fazemos pela internet mas sinto falta do … dele.
As garotas que curtem isso também e quiserem conversar comigo me add no skype a-cristiane-martins@bol.com.br.

Obs. só aceito meninas que comprovarem com a cam serem quem falam que é, garotos não percam tempo.