Acabei dando o rabo sem camisinha

Olá me chamo Fernando, 34 anos, sou casado com mulher que nem desconfia que curto ser passivo de vez em quando. O relato que vim contar ocorreu em abril deste ano, estava fora de casa e iríamos em uma festa de amigos, liguei pra casa perguntar para minha esposa se estavam prontos, ela e meu filho, mas ela disse pra eu ir na frente pois ele estava dormindo e depois eu iria buscá-los.
Ao desligar o telefone me bateu um tesão e resolvi ligar para um amigo que conheci na sala de bate papo e já havia transando 3 vezes com ele.
Liguei de prontidão ele atendeu e perguntei se estava na casa, como ele morava sozinho daria pra eu ir lá, ele disse que não estava mas dentro de uns 10 minutos chegaria.
Bom como eu já estava na rua, fui até lá, parei o carro na rua e fiquei esperando ele chegar, logo vejo ele subindo as escadas, morava em um apartamento ao lado do meu trabalho, como ele deixou o portão aberto, subi.
Lá em cima ele me disse que tinha trabalhado o dia todo na construção de sua casa e iria tomar um banho e disse pra eu fica a vontade. Fiquei ali no sofá, tomei água e ele não demorou.
Saiu do banheiro só de toalha e sentou no sofá, perguntou se a patroa tinha liberado eu pra sair sozinho e comentei o ocorrido, logo ele abriu a toalha e lhe perguntei se estava afim de algo, ele respondeu e você acha que estou pelado por que? Bom sem perder tempo me ajoelhei na frente dele e comecei a mamar.
O pau dele além de grande é grosso e eu adooooro, chupava com vontade, com força, ele gemeia dizendo que boquinha deliciosa, ai quando eu fazia garganta profunda ele ia ao delírio, se posicionava no sofá afim de meter o pau cada vez mais dentro da minha boca, eu tirava, lambia em volta da cabecinha.. metia tudo na boca de novo… ficamos nesse boquete por algum tempo.. ele foi tirando minha camiseta.. alisando meu corpo.. e eu ainda ali mamando gostoso… ele se levantou e me disse tira sua roupa e venha pro quarto…
Tirei minha roupa e fui completamente nú pro quarto dele, ele estava deitado na cama, me deitei por cima dele… nos acariciando… fui beijando o peito dele, descendo. até chegar nova ao que mais me interessava. aquele pau maravilhoso, meti novamente na boca, lambendo, chupando, sugando.. com vontade.. ele gemendo de tesão, quando me disse hoje vou te comer sem camisinha.
Tirei o pau da boca na hora, sentei na cama, acho que fiquei até pálido, com estava frase, pois apesar de já ter dado 3 vezes pra ele sempre foi com camisinha. Quando consegui falar disse que não sabia, não sabia se devia, mas que tbm tinha vontade, mas que tinha medo, afinal ele transava com outras pessoas, ele me respondeu, sim mas com outras pessoas sempre com camisinha, você como é casado eu gostaria sem. Fiquei pensando acho que por mais 1 minuto, mas o tesão e vontade era tão grande, que disse que tudo bem então.. ele me disse relaxe que você vais gostar…
Bom voltei a chupar ele então, para voltarmos pro clima, mas logo depois ele me disse levanta e fica de 4 na beira da cama… lambuzou bem seu pau com gel e foi metendo tudo de uma só vez, pedi pra ele parar… pois estava doendo e que eu iria fazer ele entrar… e fui fazendo aos poucos até estar aquele pau inteirinho atolado no meu rabo, foi a mesma sensação que eu lembrava de quando comecei a transar no conto “Comido aos 11”, pois dar sem camisinha é um sensação indescritível, o pau fica muito mais liso, dá para sentir o calor… e assim ele começou a me bombar ainda de 4… a cada estocada sentia que iria me rasgar.. mas eu gostava,, aliás adorava aquela sensação.. ele com força, com vontade.. com velocidade.. quando de repente o pau saiu inteirinho de dentro… ai ele pediu pra eu me deitar na cama…
Deitei na cama ele sem perder tempo já veio por cima, desta vez o pau entrou de uma vez só sem ter nenhuma resistência ou incomodo… e começou a meter, rápido, com força, com vontade.. ele gemia de tesão… passava as mão por baixo de meus braços e me apertava contra ele.. me comendo ali bem gostoso, fala em meu ouvido… “Vou gozar na sua boca”, mas uma vez me assustei, e apesar de ter esta fantasia achei que seria d+ pra mesma noite, respondi baixinho, hoje não, digo “hoje” não quero que você goze na minha bunda…. ele continuo ali metendo em meu rabinho, quando resolvi apertar o pau dele com o rabo… deixo ele quase louco neste momento… ele me pedi.. vai engole meu pau.. empurra ele pra dentro… e assim fomos em sincronia… toda vez que ele enfiava eu tentava engolir com o rabo o pau dele… e ficamos assim.. que tesão.. ele me comendo com vontade.. eu dando com muito tesão, as vezes o pau sai de dentro… mas que depressa ele colocava.. depois de um tempo ele me comendo como nunca.. tirou o pau pra fora, segurou e derramou seu leite quente em cima de minha bunda…
ele levantou e foi se limpar e eu continuei ali deitado, todo gozada… com a bunda cheia de sua porra, ele trouxe uma toalha e me limpou, levantei e fui tomar um banho rápido, me vesti, nos despedimos.. ele disse você precisa voltar aqui mais vezes… pois fazia mais de um ano a última vez que havia dado pra ele, disse que assim que pudesse eu voltaria.
Sai de lá fui direto pra festa, chegando na festa minha esposa liga pra ir buscá-los em casa. Fui ao encontro dela, mas não parava de pensar no que tinha acabado de fazer.. de ter sido comido e esporrado por outro macho… fiquei vários dias praticamente com o pau sempre duro em lembrar deste dia.
Espero que tenham gostado desta minha transa. Contato: ksado30expassivo@hotmail.com abraços.