No Corredor do Shopping

Me chamo Lara, tenho 31 anos, morena, olhos castanhos, 1,72 e corpo violão. Sou GG – gata e Gostosa 🙂

Essa história aconteceu a muitos anos atrás, quando eu trabalhava em um shopping de alto padrão em São Paulo.

Tinha um cara, Gabriel, alto, moreno, com um sorriso perfeito ( era o que mais chamava minha atenção nele) que sempre que passava por mim me deixava com um tesão enorme. Não sei explicar como só de vê-lo me dava uma quentura no meio das pernas.

Fui me aproximando dele, fazendo amizade, mas claro, que eu tinha outras intenções. Depois de um tempo investindo, nos tornamos amigos.

Ele era meio tímido e já tinha namorada. Eu sempre ficava na dúvida se ele também tava afim ou se era o jeito dele mesmo.

Até que um dia fomos fumar no corredor do shopping, que ficava atrás da lojas para chegada de mercadorias. Em alguns pontos tinha câmera de segurança. Mas a gente sabia direitinho onde não tinha .

Estávamos fumando e quando terminamos, resolvi abrir o jogo pra ele. Ele tentou fugir do assunto dizendo que ele também tinha vontade, mas não podia pois tinha namorada e tal; respeitei e me despedi dele.

Acontece que na hora que eu estava saindo, pra minha surpresa, ele agarrou meu braço, me puxou e me deu um beijo que me deixou de pernas bambas. Eu com certeza retribui, segurando seu cabelo pra ficarmos mais próximos ainda.

Ele me virou, me encostou na parede, subiu meu vestido, me pegou no colo e passou minhas pernas ao redor do seu quadril. Antes de penetrar ele acariciou meu clitóris e enfiou um dedo dentro de mim. Abaixou uma parte do vestido que cobria meus seios e começou a chupar meu mamilo fazendo eu me contorcer inteira.

Eu o beijava e puxava seu cabelo , implorando, em seu ouvido para que me comesse imediatamente.

Abri o zíper da calça e segurei seu pau com força, fazendo o movimento de vai e vem. Encostei sua cabeça na minha abertura e devagar ele foi metendo em mim. Eu senti toda sua extensão me abrindo e me preenchendo.

Ele começou com movimentos lentos e depois foi aumentado a medida que eu ia gemendo e pedindo pra que me fodesse com força, que nem homem.

Senti um calor que saiu da minha cabeça , atravessou minha coluna e chegou a minha buceta, me fazendo gozar intensamente. Quando ele percebeu que eu estava gozando, me tirou do colo , me colocou de quatro e enfiou no meu cuzinho. Meu Deus, gozei mais ainda e ele também, chegou ao ápice, preenchendo meu cu com aquele leite quentinho.

Nos arrumamos e sentamos um pouco pra recuperar o fôlego. Cada um voltou pra sua loja, como se nada tivesse acontecido.

No dia seguinte, não o vi mais, descobri que havia pedido demissão logo cedo.

Até hoje tenho vontade de encontra-lo de novo e quem saber, repetir a dose

Para mais historias deliciosas, acessem
http://deusadosexoafrodite.com.br/