O primeiro segredo de Mariazinha ## C

como eu previa não demoro muito pro papai a chamar ela pro seu quarto .
eu como tava a fim de sacanear o papai tinha feito a Marlene perder a virgindade com o Pedro só para tirar a satisfação dele ,então eu como não podia perder isto por nada me preparei .
fui no quarto dele e abri um buraco maior que dava para ver perfeitamente o lugar da cama queria assistir na primeira fila o papai cair do cavalo pensando que tiraria a virgindade de mais uma filhinha .
ele chego da lida e janto ,comida que eu preparava pois ele não falava comigo mais eu tinha que cozinhar , por que quando a Carmem assumiu a cozinha não tinha como comer ,digamos que a coitadinha da Carmem era ruim de mesa e cama ,haha ela não gostava de sexo e cozinhava pessimamente a sua comida era intragável ,bom voltando ao assunto de papai .
depois da janta ele mando os meninos arrumar o celeiro o seja o barracão onde eu morava com o Antônio .
tirando tds de casa ele mandava e nos obedecia bem que pra ele não fásia diferença pois ele quando queria não se importava que a gente pensava ele só fazia .
neste dia não foi diferente quando ele chamo Carmem como de costume ela saiu correndo e foi se esconder no mato e só viria de madrugada ,mais papai já esperava que naquele dia nem grito com ela .
quando viu a Carmem correndo feito louca ele deu um tempo e chamo a Marlene para entrar na casa eu pensei é hoje ,deixei os meninos la no barracão e fui furtivamente espiar o papai .
ele entro e tranco a casa pegando a Marlene pela mão levo em direção do quarto assim que entro do seu jeito troglodita que não tinha mudado dês do tempo que ia aquele quarto papai era o mesmo de sempre .
tirando a roupa e jogo a de bruços com o rosto entre os lençóis tiro a parte de baixo da sua roupa , seguro ela pelo pescoço e começo a introduzir no ânus da Marlene pois papai sempre comia o cuzinho da gente antes de penetrar na xoxota ele sempre fazia o mesmo ritual , nisto papai não mudo nada parecia que era eu ali na minha primeira vês quando papai me estupro ,me veio tudo na cabeça .
a Marlene aguento firme só deu uns gritinhos de dor pois papai tenha o membro muito maior e mais grosso que o Pedro e os meninos .
papai que fazia tempo que não tinha minguem que o aceitava assim fico meio assustado pela conformidade dela , pois ele com a Carmem ela gritava xingando e ele quase sempre tinha que bater nela para ela parar de espernear e a Marlene ali parada aceitando tudo com a maior naturalidade .
ele por sua vês estocava com força e a Marlene firme ,parecia que ele tava esperando a mesma reação da Carmem e aquilo o desmonto .
como de costume papai gozo no cuzinho dela espero uns minuto e jogo um pouco de água no seu membro ali no quarto mesmo pois tinha uma moringa ( objeto de barro onde se guardava água antigamente ) e uma bacia onde se lavava o rosto .
e volto ao ataque em cima da Marlene desta vês como de costume ele viro ela que tava imóvel ,pois eu disse a ela que não falasse nada pois papai não gostava que a gente falasse ou parecesse estar gostando pois ele achava que a gente não poderia gostar .
então ele a vira ela olhando firmemente para ele ,ele pego na sua pernas e abrindo já foi subindo e segurando a suas mão sobre a cabeça com uma das mão pois ele esperava uma reação diferente mais Marlene ali não teve nem uma reação .
papai olho para ele e começo pondo seu membro na entrada da sua xoxota que já tava molhadinha ele empurro mesmo sendo grande o membro do papai entro que foi ate o fundo de uma vês só .
papai assustado se levanto e olhando para Marlene ali para sobre a cama .
ele de assustado sua cara mudo para bravo e gritando com a Marlene disse .
_____sua vagabunda vc não é mais virgem quem foi o filha da mãe que fez isto dando um tapa na cara dela .
Marlene por sua vês que ate aquela hora não tinha soltado uma palavra se quer começo a chorar .papai nervosos ameaço bater nela de novo foi ai que ela jogo td pra fora dizendo assim .
____ para papai foi com o Pedro a Maria disse que o senhor iria me procurar e se eu brincasse com o Pedro quando o senhor me procurasse eu não iria me assustar e o senhor iria gostar pois eu não faria como a Carmem eu serviria o senhor como ela fez .
foi o bastante papai saiu como louco e correndo em direção do barracão gritando meu nome .
eu por minha vês tava com o cuzinho na mão literalmente pois sabia que eu ia me foder td .
cima de mim .
eu corri para dentro da casa e me tranquei la dentro , de nada me adianto ele arrebento a porta com um chute só e pegando me pelo cabelo me jogo porta a fora dizendo assim .
___ sua filha da mãe vc além de ser mãe de uma aberração ( falando do Antônio ) quer levar tuas irmãs pelo mesmo caminho ensinando elas a ser puta ( bom naquele momento puta para mim não significa nada pois não sabia que era mesmo ) mais ao chamar meu filho de aberração isto desperto em mim algo que ate aquele dia não tinha sentido e respondi .
___eu fiz o que das tuas filha que eu saiba quem faz de sua filhas uma não sei o que é o senhor ,pois quando o senhor me possuiu pela primeira vês eu não passava de uma criança só depois eu vim saber do que se tratava e mesmo assim foi pela mão do teu filho que mesmo sendo um menino é mais homem que o senhor sera ,ele pelo menos nos trata com gente já o senhor não passa de um cavalo , o senhor foi pior que o forasteiro ,por que ele eu não conhecia e nem confiei nele nem um momento já o senhor é um ………. bom terminando de dizer isto eu vi papai vindo em cima de mim e ele me deu não foi tapa não ele me soco como se eu fosse um homem e depois que eu cai no chão só vi ele me chutando uma duas vês e apaguei acordando 3 dia depois pois quase morri e meus irmãos estava do meu lado ali no barracão .
eu mau conseguia falar mais senti a falta do Antônio perguntando pros meninos eles disseram que ele tava brincando .
depois que eu já tava melhor mandei eles chamarem o Antônio .
foi ai que eu desmoronei disseram que o Antônio tinha sumido depois que o papai me bateu ele correu para mata o PEDRO , JOÃO E O MOACIR procuraram ele todos estes dia e não acharam eu pedi para eles falar com o papai , eles disseram que o papai sabia mais disse que não ia perder tempo procurando aquela aberração .tentei levantar mais não consegui e fiquei ali chorando João falo desculpa Maria mais acho que o Antônio morreu .
se passo um mes depois do ocorrido eu já me levantava , as tentativa de achar o Antônio deu em nd eu já tinha perdido as esperança de ver meu filho vivo pois tinha muito animais selvagem naquela época por ali .
quando papai passava ele desviava o olhar para não ver minha cara .
ate que em uma noite eu dormindo vi ele em pé me olhando deitada .
me pegando pelos cabelo disse se vc gritar eu te mato agora , eu com medo fiquei quita ele me puxo para fora e me pondo na charrete saímos pela porteira na noite escura .
depois de viajamos a noite toda chegamos em um vilarejo ,ele olhando para minha cara disse .
____ lugar de mulher da vida e ali vai se eu te ver de novo eu te mato sua puta .
virando a charrete foi embora eu fiquei ali nem roupa ele me deixo pegar só tinha que tava no corpo .
ao longe eu vi uma casa grande mais o que mais chamava a atenção era que mesmo de dia tinha um lampião acesso mais ele tinha uma cor diferente ele era ……………..

de cor vermelha !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!