Como virei corno de uma gata de 16 anos !

Vou contar uma historia de como descobri que adoro ser corno, não direi nomes aqui, quem estiver interessado me envie um e-mail (no final do conto).

Fantasiar realmente é bom, mas o que irão ler aqui não foi nem ao menos aumentado, é tudo real, e tenho como provar, pois muitos sabem da história, ainda mais aqui em minha cidade, e coisas assim são muito mais comum do que imaginam.

Bom, eu tenho 22 anos e minha namorada tem apenas 16 (recém feitos), ela é realmente lindinha, tem 1,62m de altura, deve pesar uns 45kg, é loirinha e tem os olhinhos puxados (seu pai é japonês), tem seios maravilhosos, médios e duros como rocha, e um bumbum exageradamente redondo.

Estamos juntos há 1 ano e meio, e quando estávamos quase para completar um ano eu comecei a receber muitas ligações anônimas com caras dizendo que eu era corno, e etc.

Eu sempre desconfiei que ela não fosse santinha pois quando fizemos sexo pela primeira vez, ela tinha apenas 15 anos e não era virgem, mas ela não quis falar sobre o assunto.

Foi quando eu e uns amigos resolvemos fazer um churrasco em casa (moro em uma casa bem grande com piscina), depois de um tempo e algumas cervejas quase todo mundo já estava bem à vontade e muitos na piscina. Inclusive ela estava a toda hora na piscina, com muitos marmanjos do lado conversando com ela, é claro, quando ela saiu da piscina eu já percebi que ela estava meio alta no álcool, pois seu bikini estava bem enfiado na bunda e ela não tirou, ficou pela casa daquele jeito.

Depois de um tempo comecei a procurar por ela, pois eu não a encontrava mais na casa, procurei por toda a casa e não a encontrei, até que me lembrei que nos fundos perto da casa dos cachorros eu não tinha procurado, mas ela não teria oque estar fazendo lá, mesmo assim eu fui só por desencargo de consciência, quando eu estava chegando pude ver alguém pela pequena janela de vidro da varanda onde ficam algumas tralhas guardadas, cheguei mais perto e a cena me assustou, era ela, estava beijando um cara, um moreno forte que eu não conhecia (vieram muitos amigos de conhecidos nesse churrasco, amigos de amigos meus e amigos dela, pois cobramos 5 reais pra quem quisesse entrar), ele estava encostado em uma mesa e os dois estavam se beijando, quando fui reparar na mão dela é que me assustei de vez, o cara estava com a bermuda aberta e com o pau bem duro para fora, ela estava batendo uma pra ele, demorei um pouco para acreditar naquela cena, mas junto com a raiva veio um tesão que me deixou de pau duro na hora, a cena estava maravilhosa, ela bem bêbada beijando e batendo punheta pro cara, ele estava delirando, vê-la com a mão naquele pau enorme me deixou louco (vale lembrar que não gosto de homens, de modo algum, mas sempre tive uma atração por paus, acho uma coisa bonita, mas nada alem disso), quando eu estava pra por o pau pra fora e bater uma vendo aquela cena, alguém fez um barulho ali perto e os dois assustaram, ele colocou o pau pra dentro e ela já foi saindo, eu logo saí dali também.

No dia seguinte essa cena não saía da minha cabeça, então esperei alguns dias para conversar com ela, eu falei com ela em tom de brincadeira sobre vê-la com outro cara, foi o suficiente para eu quase apanhar, ela brigou feio comigo e terminou o namoro, foi difícil convence-la a voltar comigo, tive que dizer muito que era apenas brincadeira. Então entendi que comigo ela é santinha e com os outros a coisa muda, principalmente com a ajuda do álcool.

Quase no final do ano duas amigas dela que fazem aniversário no mesmo dia resolveram fazer uma festa bem grande na casa de uma delas, com direito a pista de dança com DJ e tudo. Ela estava toda de branco com uma blusinha colada e uma saia de pregas curtinha, a toda hora a saia levantava e mostrava alguma parte de suas maravilhosas coxas e sua bunda.

Eu estava sentado em um sofá da sala perto da pista vendo o movimento e bebendo uma cerveja, quando ela ficou mais pro lado de fora da pista eu pude vê-la com mais facilidade e percebi que um cara não saia de perto dela, estava dançando bem perto dela e a todo momento ele encoxava nela e até encostava mão nela em alguns momentos, não sei se ela percebeu, mas ela logo chamou uma amiga e saíram da pista, então esse cara saiu da pista e veio se sentar com os amigos que estavam perto de mim, ele já chegou dizendo para os amigos:

– Ei ! Tão vendo aquela loirinha gostosa ali conversando com aquela menina ali no canto, nossa, eu to mandando a mão nela direto, ela ta meio chapada, quando ela voltar pra pista vocês vão ver !

Os caras adoraram a idéia e já foram para a pista esperando ela voltar. Esse cara estava cansado, pegou uma cerveja e começou a beber ali perto de mim, então cheguei nele e disse:

– Você gostou então de encoxar minha namorada ?

– Ahn ?! Sua namorada ? A loirinha ?

– Sim, minha namorada, gostosa não é ? Volta pra pista que eu quero ver mais, vi que você chegou a ficar de pau duro na pista.

– Hahahahha ! Cara, você é louco ! É corno assumido ?! Duvido que ela é sua namorada !

Então fui até ela e dei um beijo para provar para ele que ela era minha namorada.

Ele então ficou muito interessado nisso e combinamos uma coisa, eu levaria ele pra casa e apresentaria a ela como um amigo de infância, então começaríamos a assistir filme e tomaríamos Smirnoff Ice (ela é viciada nisso e logo chaparia), então eu diria que preciso sair dando alguma desculpa, mas ficaria escondido vendo oque iria acontecer.

Ele topou na hora, então no dia combinado ele chegou em casa e ficamos conversando sobre ela e eu expliquei tudo com exatidão, ele estava muito desconfiado e olhava para os lados toda hora, então ela ligou dizendo que não viria mais pois sua mãe tinha acabado de bater o carro e ela iria ficar junto da mãe. O cara ficou muito bravo, começou a dizer que era tudo mentira mesmo e eu estava quase para apanhar ali, então ele abaixou a bermuda e disse: – Vai seu filho da puta ! Todo corno é viado, acho que você estava querendo isso mesmo, vai chupa aí senão eu vou te quebrar !

O pau dele estava mole e era pequeno, devia ter uns 14cm, eu me interessei mas fiquei com medo, então me ajoelhei na frente dele peguei o pau dele que já começou a endurecer, bati uma punheta meio sem jeito e ele puxou minha cabeça dizendo que era pra chupar, então eu abri a boca com muito medo e fui colocando o pau dele na boca, comecei a chupar sem saber muito o que estava fazendo, ele segurava minha cabeça e gemia muito, até que ele gritou muito alto que ia gozar, eu mal tive tempo de tirar o pau dele da boca e ele gozou na minha cara, depois que eu me limpei, ele anotou o celular dela, o e-mail dela e pegou algumas fotos dela de bikini. Depois eu fui descobrir que ele ficou tão bravo assim e chegou a esse ponto de não perder a viagem pois ele não era daqui e iria embora no dia seguinte.

Para que entendam melhor, eu fico praticamente sozinho em casa, trabalho algumas horas na transportadora do meu pai, (minha mãe é falecida) e ele fica na filial da empresa que fica na capital, por isso ele aparece pouco por aqui, em alguns finais de semana, e minha namorada fica muito à-vontade em casa, ela tem todas as chaves, controle do portão e tudo, se eu estou trabalhando e ela quer ficar a piscina ela fica em casa sem problema algum, sua mãe é muito amiga minha e tem total confiança em mim, em alguns casos ela até deixa ela dormir aqui em casa.

Temos um homem contratado para vir uma vez por semana em casa limpar a piscina, cuidar dos cachorros e cuidar das plantas, jardins e etc. Ele deve ter uns 40 anos, ele é tão tarado por ela que chega a parar oque está fazendo para ficar observando ela, já vi muitas vezes ele literalmente secando ela. Ela já ficou muitas vezes em casa sozinha com ele, já deixei até a webcam do micro gravando escondido o quarto para ver alguma coisa mas pelo menos ali não aconteceu nada, eu realmente não sei se eles já fizeram algo, quando estou em casa eles nem conversam, nem se conhecem, por isso não tenho suspeita alguma, mas um dia eu descubro se houver algo.

Eu não agüentava mais aquela cena do churrasco, não saía da minha cabeça, eu precisava encontrar alguém para realizar esse meu desejo. Então tive a idéia de entrar no Mirc, no canal #sexo da Brasnet, para procurar alguém, comecei procurando alguém da minha cidade, mas depois eu pensei que tive a maior sorte do mundo daquele cara que eu tive que chupar não ser daqui, pois coisas assim se espalham muito rápido, e se caísse no ouvido dela que eu combinei tudo acho que estaria ferrado, então encontrei um cara muito gente boa da capital que topou vir até aqui, antes conversamos por telefone, ele era até boa pinta na foto que mandou, tinha 35 anos, (tive que dizer que conheci ele na capital), fui busca-lo na rodoviária, e ele era realmente uma boa pessoa, isso me tranqüilizou muito. Chegamos em casa e ela estava fazendo trabalho com mais três amigas em casa, duas delas muito gatas, ele já ficou bobo logo na primeira impressão. Subimos para os quartos, fui mostrar o quarto que ele ficaria a semana inteira que passaria aqui.

Ele chegou na quinta-feira, e apenas no sábado conseguimos armar aquele mesmo esquema que combinei com o outro cara, alugamos alguns filmes fomos assistir de noite, eles já estavam bem amigos, conversando direto. Tudo estava dando muito certo, ela até iria dormir em casa, ela geralmente dorme vendo o segundo filme seguido, quando estamos sozinhos em casa ela dorme mais à-vontade, mas como o cara estava em casa, ela já foi pra sala de TV vestida de pijama, uma blusinha sem sutiã e um short, um conjunto de seda com desenhos de girafas. Então eu cheguei com os Smirnoff Ice e ela já deu risada dizendo que desse jeito ela não duraria os primeiros 30 minutos do filme.

E foi praticamente o que aconteceu, ela adora essa bebida e tomou um atrás do outro, antes de acabar o primeiro filme ela estava na terceira garrafinha e já não estava falando coisa com coisa, já estava toda mole. Começamos assistindo o filme sentados no colchão no chão e encostados no sofá, eu no meio, ela na esquerda e o cara do meu lado direito, quando percebi que ela já estava bem alta fui ao banheiro e quando voltei falei no ouvido dele pra sentar do lado dela, então ele ficou no meio, e ela continuava falando besteira e dando risada a toa, então ele já foi ao ataque, começou a por a mão na coxa dela e ela nem sequer percebia oque estava acontecendo, chegava a por a mão na mão dele que estava na coxa dela e dava risada mas nem se tocava da malícia. Então eu chamei ele, fomos até a porta da sala, eu disse que iria dizer pra ela que precisaria sair agora e que era pra ele tentar oque quisesse, então como tínhamos combinado e eu pude ver que o pau dele já estava explodindo no short, eu pedi para vê-lo, ele deu risada mas disse que faria qualquer coisa para tê-la essa noite, ele deu uma leve abaixada no short e o pau dele já saltou para fora muito inclinado para cima, eu realmente me assustei quando vi, quando por telefone ele me disse que tinha 21cm eu realmente duvidei, mas quando vi aquilo eu até achei que tinha mais, me senti um nada com meu pau de 15cm perto dele, a situação foi hipnótica, quando percebi eu estava segurando o pau dele e ele disse: – Ei cara ! Não era só pra ver ? Hehehe, já quer por a mão é, deixa isso pra ela, heheheh. Eu dei risada também e fiz um rápido movimento de punheta, só uma ida e volta. Então fui até ela e disse que tinha esquecido de comprar leite, ela só concordou balançando a cabeça e bebendo o ultimo gole da garrafa, dei um beijinho nela e saí, passei por ele na porta e ele teve que por o pau pra cima, pois estava muito duro e não cabia mais no short. Dei a volta por fora na sala e fui até a porta que dá pra piscina, ela é uma porta dupla de madeira, com tabuas pequenas paralelas na horizontal que se fecham e abrem como uma veneziana, eu as abri e fiquei olhando, ele já estava sentado do lado dela e conversando com ela, mas por causa do filme eu não ouvia nada oque conversavam, com um braço ele deu a volta no pescoço dela a outra mão já estava na coxa dela novamente, ele falava com ela e ela ria de tudo, bem devagar ele deu uma abaixadinha no short e la estava aquele pau enorme apontado para cima, ela olhou, a principio assustou mas deu risada, então o filme acabou e eles ficaram conversando e ficou aquela musica dos créditos finais, então eu voltei para a sala bem devagar e em silencio fui por traz do sofá e chamei ele, dei uma cutucada nele e falei no ouvido dele pra ele desligar o vídeo, ela estava rindo colocando a garrafa no meio das pernas dizendo que também tinha um pau e dava muita risada, ela estava realmente muito chapada. Então ele desligou o vídeo e o silencio enfim ajudou muito, voltei para o meu lugar, como ele viu que ela já estava completamente desorganizada ele tirou o short e ficou só de cueca mas com o pau ainda bem duro para cima, ele pegou na mão dela e colocou no pau dele, ela segurava e dava risada, ele então fez um movimento de punheta com a mão dela, e ele largou a mão dela e ela continuou totalmente com os olhos colados naquele pau enorme, então ele começou a dizer que não tinha vergonha de ficar nu na frente de ninguém e desafiou ela a fazer isso também, ela disse com tom de superioridade que também não tinha vergonha, enquanto ela punhetava ele, ele tirou a cueca e ficou pelado de vez, então ele com as duas mãos tirou a blusinha dela que é bem solta e sai fácil, e lá estavam os maravilhosos seios absurdamente duros e com os bicos bem durinhos também, ele já foi com as duas mãos neles e ficava apalpando com muita vontade, até deu uma boa chupada em um deles e ela só dava risada e não largava a punheta no pau dele. Então ele a deitou e ela só perguntava oque ele ia fazer, sempre com um sorriso no rosto, ele tirou o short dela junto com a calcinha, a principio ela tentou segurar mas nem teve força pra isso.

Ele já estava com uma cara bem diferente do normal, estava com uma cara de tarado mesmo, ele então continuava com o joguinho de dizer que duvidava dela e disse que ela não conseguiria chupar o pau dele pois não caberia na boca dela e ela só dava conta de pau pequeno. Ela nem disse nada, ele encostou no sofá e ela já caiu de boca no pau dele ficando com a bunda empinada para cima, aquela cena me fazia bater punheta ali descontroladamente, e ela não parava de chupar, chupava com muita vontade e engolia o pau dele inteiro, ele inclinava a cabeça para traz e delirava com o boquete, logo ela começou os elogios ao pau dele, e sempre dando risada, ela já se soltou completamente e disse que pau grande é gostoso pra chupar mas é mais gostoso pra cavalgar, aquilo me deixou louco, nessa hora ele fez exatamente como combinamos, nada de sexo sem camisinha, realmente era um cara para se confiar, ele levantou a almofada do sofá e pegou ali uma camisinha que tínhamos deixado, ela viu essa cena e caiu na risada novamente, então ele colocou a camisinha naquele pau que parecia não acabar mais, se deitou no colchão e ela já foi pra cima dele, segurou o pau dele no meio das pernas e sentou bem gostoso e bem devagar pois aquilo era grande demais, o cara tinha o dobro da idade dela, bem mais alto que ela, e tinha 6cm a mais de pau doque eu, fiquei louco de ver aquilo tudo, então o pau foi entrando bem devagar e entrou inteiro, aí ela começou a subir e descer em movimentos maravilhosos, cavalgava e rebolava como nunca tinha feito comigo, ele apertava os seios dela e ela gemia alto, ele logo gozou nessa cavalgada, então ele pegou outra camisinha e colocou, deitou encima dela de frente, abriu as pernas dela e mandou a vara, ficou fudendo ela no papai-mamãe até gozar de novo, parece que ela já estava cansada, deu uma parada e o efeito do álcool voltou um pouco, ela estava meio tonta, mas não mais como no começo, então ele pegou a terceira camisinha e colocou no pau, deixou ela de quatro e segurando a bunda dela com as mãos ele enfiou o pau na bucetinha dela de uma vez só, ela levantou a cabeça e soltou um berro, ele segurava ela pela cintura e metia com toda força, eu via os dois de lado, dava pra ver ele tirando quase todo o pau dela e enfiando inteiro com força, ela nem conseguia falar, ele metia muito rápido e com muita força, então ele ficou apalpando os seios dela e continuava metendo e assim gozou, grudado nos seios dela. Eu gozei ali fora duas vezes. E ele gozou três vezes comendo ela. Ela caiu desabada no colchão, ele inclusive ajudou a colocar o pijama de volta nela, ela de pé bem tonta disse pra ele me dizer quando eu chegasse que ela estava com muito sono e foi dormir, eu dei um tempinho, fiz barulho no portão e entrei na sala, ele estava com um brilho nos olhos de se ver de longe, estava com um sorriso enorme e me agradeceu demais.

Então fomos todos dormir, eu demorei um pouco, toda hora eu começava uma punheta na cama, fui vê-la no quarto onde ela dormia e ela estava dormindo como um anjinho, e no quarto dele e chegava a roncar, acabei indo dormir.

Então o telefone tocou quase meio-dia, eu precisei ir na transportadora assinar uns cadastros e despachos, acabei ficando um tempo por lá e almocei no centro da cidade também. Cheguei em casa quase 3 da tarde e os dois estavam na piscina, conversamos um pouco e depois ele me disse que acordou com barulhos dela, e ele foi até o quarto dela quando ela estava entrando no banho ao acordar, ela o viu olhando e só deu um sorriso, ele entrou no chuveiro e comeu ela ali, nessa ele disse que ela me chamava de corno, que eu estava criando uma cobra em casa, que a cobra tava comendo a namorada dele e etc, ele inclusive me disse que na empolgação no chuveiro ele encostou o pau na buceta dela e ela disse que sem camisinha não, pelo menos essa consciência ela tem, ele inclusive me disse que tentou comer o cuzinho dela, ela disse que quase deu uma vez (não foi comigo) mas doeu muito e ela prefere deixar pra depois, e que o pau dele com certeza não caberia, é grande demais. Ele ficou uma semana em casa, ela infelizmente pôde vir apenas alguns dias, todas as vezes que eu não estava em casa eles fizeram sexo, e ele me contava tudo, ele comeu ela em 4 dias da semana que passou aqui, mas aproveitou bem cada dia que pode come-la, tentando fuder o mais que pudesse no dia, e eu infelizmente só consegui ver aquela vez. Ele não contou nada sobre nosso plano e ela ficou mesmo achando que eu não sabia de nada. Estamos esperando algum feriado prolongado para combinarmos a vinda dele novamente. Eu gostaria muito de ver alguém mais velho do que ele tentando comê-la, ou alguém bem novo, da mesma idade dela ou menos, seria interessante ver a reação dela.

Tenho fotos dela comigo ou só dela para quem quiser (FOTOS NORMAIS), quem se interessar de verdade por favor mande nesse e-mail que eu criei para disfarçar e falarmos sobre esse assunto: laurets_loka@hotmail.com